Desporto

Sagrada e Petro passam para a próxima eliminatória

António Cristóvão

Jornalista

O Petro de Luanda joga entre os dias 15 e 17 de Outubro, no exterior do país, com o vencedor da eliminatória entre União Desportiva do Songo de Moçambique e AS Otoho do Congo, na primeira “mão” da última eliminatória de apuramento para a fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol.

19/09/2021  Última atualização 05H15
© Fotografia por: M.Machangongo | Edições Novembro e Contreiras Pipa| Edições Novembro
A partida de resposta está agendada entre os dias 22 e 24 de Outubro, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda.
 AS Otoho e UD do Songo jogam, hoje, às 15h30, no Complexo Omnisprt d'Oyo, no Congo (Brazzaville), para a segunda mão da eliminatória.

No primeiro desafio, os moçambicanos venceram, há uma semana, os congoleses, por 1-0, no Estádio Nacional de Zímpeto, na cidade de Maputo.

Para chegar à última eliminatória, a formação do Eixo Viário empatou, ontem, sem golos, diante do Fovu Club Baham dos Camarões, em Luanda, referente à segunda "mão”, num desafio em que as duas equipas fizeram pouco para vencer.
Os anfitriões pecaram bastante durante as transições defesa/ataque, e exploravam poucas vezes as linhas laterais para os cruzamentos para a área.  


Os avançados Tiago Azulão e Yano, apesar de criarem algumas situações de golo, também foram poucos criativos, além de jogarem desapoiados. 


Os tricolores não conseguiram explorar, como tem sido habitual, os corredores laterais, principalmente na primeira parte.
Nesta fase de jogo, os camaroneses utilizavam constantemente o porte físico para travar o ímpeto atacante dos anfitriões, com imensas faltas.

As substituições efectuadas pelo técnico tricolor, Alexandre Santos, na etapa complementar não alteraram o comportamento do conjunto.

 
Em determinadas situações, durante a construção das jogadas para as acções ofensivas, os atletas tricolores exageravam nos dribles. Quando se encontravam na posse da bola atrasavam os lances de ataque e permitiam a recuperação rápida dos defensores contrários.

O Fovu de Baham, por seu lado, também apresentou um conjunto coeso e provocou alguns embaraços ao guarda-redes Augusto Mualucano (na época passada representou o Recreativo do Libolo).

Aliás, na primeira parte, um dianteiro da formação camaronesa, na sequência de um cruzamento, desviou a bola e esbarrou no poste direito de Mualucano. Na resposta, Yano também cabeceou contra o poste da baliza defendida pelo guarda-redes Ibrahima.

Estes foram os maiores sinais de perigo  em quase toda a partida, com a equipa do Fovu a evidenciar que também veio disposto a discutir a eliminatória.   


Na partida da primeira "mão”, disputada no dia 11 deste mês, na cidade de Yaoundé, Petro e Fovu de Baham empataram a dois golos, no Estádio Omnisport Ahmadou Ahidjo.

  Sagrada afasta Platinum e enfrenta Royal Leopards
O Sagrada Esperança joga no próximo dia 16 de Outubro, às 15h00, contra o Royal Leopards de eSwatini, no Estádio Municipal dos Coqueiros, na Baixa de Luanda, para a primeira "mão” da última eliminatória de apuramento para a fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol.

Os diamantíferos afastaram, ontem à tarde, o FC Platinum, por 5-4, após a  marcação de penalties, no Estádio Nacional de Harare, na capital do Zimbabwe, em jogo da segunda mão da primeira eliminatória.

O guarda-redes do Sagrada Esperança, Langanga, foi um dos obreiros da qualificação dos diamantíferos, ao defender uma grande penalidade do adversário.

No fim do tempo regulamentar, as duas equipas encontravam-se empatadas sem golos, num reencontro marcado pelo equilíbrio. 


Na partida da primeira "mão”, disputada há uma semana, Sagrada Esperança e Platinum FC  empataram, igualmente, sem golos, no Estádio Municipal dos Coqueiros.

Ontem, apesar da derrota, por 1-2, diante do Zesco United FC (Zâmbia), no Estádio Levy Mwanawasa, na cidade de Ndola, o Royal Leopards qualificou-se devido à vitória, 1-0, trazida da primeira "mão”, disputada no dia 11 deste mês, na cidade de Mbabane.

Em 2015, o Royal Leopards afastou o Petro de Luanda, por 3-2 (1-0 e 2-2), no agregado de duas partidas das preliminares de apuramento para a fase de grupos da Taça Nelson Mandela.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto