Cultura

SADIA distribui mais 20 milhões de Kwanzas aos autores

A Sociedade Angolana de Direitos de Autores (SADIA) distribuiu mais 20 milhões de Kwanzas a pelo menos 300 autores nacionais e internacionais que as suas obras foram utilizadas, arrecadados em 2021 em direitos mecânicos de plataformas digitais.

25/04/2022  Última atualização 15H39
© Fotografia por: DR

Entretanto, só foi possível arrecadar este valor depois da contratação de uma empresa denominada SMARCA, especialista em assuntos autorais, conforme um comunicado a que ANGOP teve hoje acesso.

"Apesar dos esforços para a cobrança dos direitos de autor, o seu maior rendimento advém da seriedade das entidades internacionais, pelo cumprimento da Lei do Direito de Autor, situação que não se verifica em alguns casos em Angola”, diz o comunicado.

Em Maio prevê distribuir rendimentos autorais arrecadados em alguns concertos musicais e também provenientes do grupo Rádio Nacional de Angola.

A Sadia aproveita para apelar aos artistas que se inscrevam a uma das entidades de gestão colectiva, façam a declaração das suas obras para a devida cobrança dos direitos autorais de modo que as entidades comerciais paguem antes de qualquer actuação ou utilização das suas obras.

Sadia está entre as Entidades de Gestão Colectiva nacionais, em especial as que trabalham directamente com a propriedade intelectual.

A sua gestão colectiva é feita sem qualquer fim lucrativo e compreende a tarefa de arrecadar e distribuir rendimentos gerados na utilização das obras musicais através da sua transmissão em rádios, televisões, estabelecimentos comerciais, de concertos ao vivo, entre outros.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura