Economia

Reserva Federal decide manter as taxas de juro

A Reserva Federal (Fed), banco central norte-americano, manteve quarta-feira as taxas de juro inalteradas e reiterou a sua atitude “paciente”, aguardando por um crescimento “sólido” da economia dos Estados Unidos, com uma inflação “em declínio.”

03/05/2019  Última atualização 07H26
DR © Fotografia por: Reserva Federal ignora indicações do Presidente dos EUA

Ignorando as indicações do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que quer acelerar a actividade económica baixando as taxas, a Fed manteve, por decisão unânime, as taxas num intervalo de 2,25 a 2,50 por cento.
Em consequência da decisão, ontem, as principais bolsas europeias operaram em baixa, com recuos registados em Lisboa, Londres, Paris, Frankfurt, Madrid e Milão.
Ontem, o Comité de Política Monetária do Banco de Inglaterra também devia anunciar uma manutenção das taxas de juro no Reino Unido no final da sua reunião mensal.
Entretanto, Espanha continua à espera da formação do Governo, depois das eleições gerais de domingo, nas quais o PSOE de Pedro Sanchez ganhou.
A nível cambial, o euro operou em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1205 dólares, contra 1,1245 na quarta-feira.
O barril de petróleo brent para entrega em Julho esteve em baixa, a cotar-se a 71,91 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 0,37 por cento do que na sessão anterior e depois de ter estado acima dos 85 dólares no início de Outubro.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia