Economia

Regulador proíbe subida de preços

A autoridade reguladora dos transportes de Angola proibiu, expressamente, o aumento dos preços das operadoras de transportes rodoviários de longo curso, ameaçando-as com a suspensão das licenças, na sequência de várias reclamações dos utentes.

15/09/2021  Última atualização 08H35
© Fotografia por: Dombele Bernardo| Edições Novembro
Num comunicado divulgado, na segunda-feira, o Instituto Nacional dos Transportes Rodoviários (INTR) proíbe o aumento de preços das operadoras de transportes rodoviários de longo curso e para quem já o fez, obriga a fixação aos preços anteriores.

O comunicado do INTR explica que a entidade recebeu nos últimos dias, na sequência do alívio das medidas de prevenção contra a Pandemia da Co-vid-19, várias reclamações dos utentes dos transportes interprovinciais relativas ao aumento dos preços por parte de algumas operadoras.

O INTR confirmou que, "efectivamente", "algumas operadoras aumentaram os preços das viagens em algumas carreiras interprovinciais", em desobediência à lei, pelo que notificou os agentes em falta e emitiu um aviso geral a "exigir a suspensão imediata dos ajustes tarifários que foram feitos pelas operadoras de transportes rodoviários regulares de passageiros".

"As operadoras que não cumprirem com esta medida poderão ver suspensas as licenças para o exercício da actividade", deixa ainda claro o mes-mo aviso. O regulador pede ainda a "máxima colaboração dos passageiros na denúncia de tais práticas" através de contactos telefónicos e de e-mail que disponibiliza.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia