Sociedade

Registados 201 casos e seis óbitos associados à Covid-19

Mais seis pessoas morreram nas últimas 24 horas em consequência da Covid-19, num dia em que foram registadas 201 infecções e recuperadas da doença 111 pessoas.

02/06/2021  Última atualização 07H20
© Fotografia por: Rafael Tati | Edições Novembro
De acordo com o boletim epidemiológico da Direcção Nacional de Saúde Pública (DNSP), divulgado ontem, três óbitos foram reportados em Luanda, dois no Huambo e um no Bengo, sendo quatro homens e duas mulheres, perfazendo 772 mortes desde o início da pandemia, em Março do ano passado.


Luanda mantém o ritmo elevado de casos positivos diários. Ontem reportou 153,  enquanto no Huambo foram registados 25 casos,  Huíla (10), Benguela (7), Cabinda (3),  Malanje (2) e Cunene (1).
Os infectados têm idades compreendidas entre um mês e 97 anos. Deste conjunto, 101 são masculinos e 100 femininos.
A província do Moxico mantém-se até à data, como a única região do país sem casos activos de Covid-19, contabilizado um registo de 51 recuperados e três óbitos.
No mesmo período, indica o documento, o total de recuperados subiu para 28.190, com o registo de mais 111 recuperações, cujas idades variam entre cinco e 80 anos. Segundo a DNSP, 72 foram reportados  em Luanda, 22 na Huíla, 15 no Huambo e dois em Benguela.

Nas últimas 24 horas, os laboratórios analisaram 2.300 amostras por RT-PCR. O cumulativo aponta para 591.903 amostras processadas, o que corresponde a uma taxa de positividade de 5,9.
As autoridades sanitárias informaram, também, que nos pontos de entrada e saída da capital, no âmbito do controlo sanitário, foram testadas 298 pessoas, na base do teste de antigénio.

O balanço da situação epidemiológica no país aponta para um total de 34.752 casos positivos, desde que surgiram as primeiras infecções. Deste número, há ainda 5.790 casos activos.
Do total de activos, 15 são doentes críticos, 42 graves, 161 moderados, seis leves e5.566 assintomáticos. Há, também, um total de 262 pacientes internados nas unidades de tratamento a nível do país.
Em quarentena institucional estão 140 pessoas, enquanto 2.412 estão sob vigilância epidemiológica.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade