Regiões

Reforçado banco de sangue do Hospital Geral do Uíge

Valter Gomes | Maquela do Zombo

Jornalista

A secção da Hemoterapia do Hospital Geral do Uíge foi reforçada, sábado, com 14 litros de sangue, doados durante uma campanha desenvolvida pela Brigada Provincial de Jovens Solidários do Uíge.

22/12/2020  Última atualização 10H55
Doadores fazem parte de associações da sociedade civil © Fotografia por: Nilo Mateus | Edições Novembro
A campanha, denominada "Quadra Festiva sem Mortes por Falta de Sangue”, contou com a participação de 29 dos 43 doadores provenientes dos núcleos das aldeias de Quifumbi, Banza Luanda e as coordenações dos bairros Gai, Papelão e Candombe Velho, arredores da cidade do Uíge.

O secretário provincial da Brigada Jovens Solidários no Uíge, Dinis Alberto,  salientou que o objectivo é ajudar a maior unidade sanitária a reduzir o índice de mortalidade por falta de sangue. "Reforçamos o stock do banco de sangue para que o hospital esteja em altura de responder satisfatoriamente as necessidades de transfusões durante a quadra festiva”, disse.

Dinis Alberto revelou  que a Brigada Jovens Solidários no Uíge está engajada na busca de  soluções  para  ajudar pessoas carentes de Sangue. "Graças às sensibilizações desenvolvidas nas comunidades os jovens estão a compreender a importância da doação de sangue para salvar vidas,  e a solidariedade que se deve prestar ao próximo nos momentos de aflição”, frisou.

"Esta campanha”, prosseguiu, "é o culminar das actividades desenvolvidas ao longo deste  ano.  Em Janeiro do próximo ano, a brigada vai realizar uma conferência provincial sobre  doação do Sangue em Angola, e fará também a abertura de outras oficinas e núcleos de dadores”.

A chefe de secção da Hemoterapia do hospital, Matondo António, realçou que a ajuda chegou no momento certo, visto que diariamente são feitas mais de 35 transfusões naquela  unidade  hospitalar.
"Em épocas chuvosas o número de casos, sobretudo, de  crianças, aumenta. Neste momento, o hospital não dispõe de reserva suficiente para responder às necessidades, daí a importância de convidarmos mais dadores voluntários para abraçarem esta causa”, acrescentou.

A responsável apontou a malária, acidentes de viação, peritonite e hemorragia digestiva como sendo as principais patologias que levam os pacientes a necessitarem de  transfusão com urgência.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões