Regiões

Rede de burladores desmantelada no Uíge

António Capitão | Uíge

Jornalista

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve, terça-feira (7), no Uíge, três indivíduos acusados de serem os autores do envio de mensagens telefónicas a várias pessoas para que actualizassem os dados dos cartões multicaixa.

08/12/2021  Última atualização 09H20
© Fotografia por: DR
O porta-voz do SIC no Uíge, Zacarias Fernando, disse que o trio usava vários números de telefone para enviar mensagens, em nome de várias instituições bancárias, pedindo que ligassem para dar informações para actualizar as contas bancárias.


"Os menos atentos, depois de receberem as mensagens, ligavam para os números dos burladores e forneciam dados bancários confidenciais. Os burladores associavam as informações ao aplicativo 'Multicaixa Express', instalado nos seus telefones, e passavam a movimentar as referidas contas bancárias, transferindo avultadas somas monetárias”, disse.


Zacarias Fernando acrescentou que o mesmo grupo também se dedicava à venda de falsas pedras de diamante.  
Acrescentou que o terceiro elemento do grupo foi detido quando foi à casa do chefe do Departamento de Combate ao Tráfico de Diamantes, tentando-o corromper com 44 mil kwanzas, para que colocasse os comparsas em liberdade.


No decurso de micro-operações policiais, sequências investigativas e buscas dirigidas, referiu, foram, também, detidos 23 indivíduos, supostamente envolvidos em crimes de abuso sexual de menor, roubos, furtos, consumo e tráfico de estupefacientes.


"O SIC, no âmbito da prevenção, corte e combate à criminalidade, para manter o sentimento de segurança no seio da população, realizou várias acções operativas, que culminaram com a detenção de 23 cidadãos, presumíveis autores de crimes diversos, já presentes ao Ministério Público, para a devida legalização da situação carcerária”, concluiu.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões