Política

Reconhecido empenho na causa palestiniana

O embaixador da Palestina em Angola, Jubrael Alshomali, destacou, terça-feira(29), em Luanda, o apoio contínuo do Governo angolano à libertação e auto-determinação do povo palestiniano, tendo considerado Angola um país amigo.

30/11/2022  Última atualização 08H00
País assinalou Dia Internacional de Solidariedade com a Palestina © Fotografia por: DR

O diplomata falava à Angop, por ocasião da celebração do Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestiniano, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU). A data assinala o aniversário da resolução 181 da Assembleia-Geral da ONU, de 29 de Novembro de 1947, que aprovou o plano de partilha da Palestina.

Na ocasião, Jubrael Alshomali saudou a diplomacia angolana pelo voto de confiança e pela solidariedade prestada à Palestina durante a Assembleia-Geral da ONU, realizada a 11 deste mês, em Bali, na Indonésia.

"Palestina e Angola são países amigos, cujas relações são muito credíveis e históricas”, expressou o embaixador, salientando que a relação entre as partes data da luta para a Independência de Angola, por via dos líderes Agostinho Neto e Yasser Arafat, quando o país africano recebia ajuda da Palestina.

O território palestiniano está situado na Ásia, precisamente no Médio Oriente. Localiza-se entre o Mar e o Rio Jordão, na porção Leste, e o Mar Mediterrâneo, a Oeste. A Palestina reconheceu a Independência de Angola momentos depois da sua proclamação, tendo instalado a representação diplomática em Luanda.

Tem uma comunidade em Angola composta por mais de 200 cidadãos, que exercem na sua maioria actividades no sector comercial.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política