Sociedade

Recolhidas 625 amostras na província do Cuanza-Norte

A equipa técnica do Ministério da Saúde recolheu, durante os cinco dias que se encontra destacada em Ndalatando, província do Cuanza-Norte, 625 amostras para diagnóstico e submeteu ao confinamento institucional 56 cidadãos, no âmbito da estratégia do Executivo destinada a combater a pandemia de Covid-19.

23/06/2020  Última atualização 09H12
DR © Fotografia por: Recolhidas 625 amostras na província do Cuanza-Norte

A coordenadora da comissão do Ministério da Saúde, Angelina Fila, disse ontem, em conferência de imprensa, que as amostras e a quarentena envolvem, sobretudo, cidadãos das cercas sanitárias da rua dos Índios, bairros Sambizanga, Posse e Kipata.

Angelina Fila avançou que 400 amostras foram enviadas a Luanda, devendo as demais seguir a qualquer momento. Fez saber que na rua dos Índios estão em quarentena domiciliar 340 pessoas.

Em quarentena em casa estão também 200 pessoas ligadas à delegação do SINSE (Serviços de Informação).

Angelina Fila descarta a possibilidade de realização de um rastreio em massa, devido à falta de condições técnicas e financeiras.
A directora do Gabinete Provincial da Saúde, Filomena Wilson, está preocupada com o facto de um dos funcionários daquela instituição ter morrido na semana passada por Covid-19.

“Estamos a fazer o levantamento dos indivíduos que tiveram contacto com o falecido, de modo a prosseguirmos com os testes para apurar a possibilidade de indivíduos que tenham a doença”, disse.

O governador do Cuanza-Norte, Adriano Mendes de Carvalho, afirmou que as autoridades começaram, ontem, a distribuir arroz, massa alimentar, óleo vegetal, conserva em lata e outros alimentos para mitigar a carência nas zonas em cordão sanitário.

Revelou que estão criadas condições de abastecimento ininterrupto de água, através de cisternas, e avançou a necessidade do reforço do saneamento básico para travar o surgimento de outras doenças.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade