Política

Realçada importância da Bienal da Paz

A ministra de Estado para Área Social, Carolina Cerqueira, considerou, ontem, na cidade de Mbanza Kongo, província do Zaire, a II Edição da “Bienal da Paz” de Luanda o evento cultural mais importante a ser realizado este ano no país.

19/06/2021  Última atualização 06H00
Ministra de Estado para Área Social terminou visita ao Zaire © Fotografia por: Garcia Mayatoko | Edições Novembro
Justificou a afirmação por a iniciativa permitir mostrar o melhor da arte angolana. Carolina Cerqueira, que falava à margem de um encontro com as autoridades tradicionais do Lumbu (Tribunal tradicional), em Mbanza Kongo, disse, ainda, que a realização, em Julho, do Festival Internacional de Cultura e Artes "Festikongo”, faz parte do grande movimento cultural que se vai realizar este ano no país.
"Estamos a preparar dois grandes eventos para este ano, o cultural mais importante para Angola, no ano 2021, será a II Edição da Bienal da Paz, que terá lugar em Outubro. Nesse encontro de cultura, o país vai exibir o que de melhor tem da sua arte, do seu património e da música, em entrosamento com outros países que lá vão estar representados”, adiantou.

A ministra disse ter sido no âmbito daqueles eventos culturais que visitou Mbanza Kongo, "com espírito de reanimar o Festikongo, à semelhança do que havia acontecido, em Cracóvia (Polónia), onde se elevou a cultura angolana e a idiossincrasia do povo”.

O Festikongo, esclareceu, vai ser uma parte das actividades da II Bienal da Paz de Luanda para o intercâmbio de toda nata intelectual do país no domínio cultural. "Neste grande movimento cultural, vamos continuar a ter o intercâmbio entre jovens, intelectuais, sociedade civil e mulheres, representantes da literatura, teatro, música e outras expressões culturais de África e da diáspora”, disse.Em Mbanza Kongo, a ministra visitou as obras da centralidade e do Hospital Geral, paralisadas há seis anos, devido à crise financeira.

Jaquelino Figueiredo e Fernando Neto | Mbanza Kongo

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política