Política

Questões de integração regional entre as prioridades do Presidente João Lourenço

Paulo Caculo

Jornalista

O Chefe de Estado angolano, na qualidade de presidente em exercício da SADC, dedica, ao pormenor, atenção às questões de integração da comunidade, afirmou, em Gaborone, Botswana, o ministro das Relações Exteriores.

16/06/2024  Última atualização 10H02
Chefe da diplomacia angolana, Téte António, em declarações à imprensa © Fotografia por: Dombele Bernardo| Edições Novembro

Téte António, que preside ao Conselho de Ministros da SADC, falava aos jornalistas, à margem da visita do Presidente da República à sede da SADC. O chefe da diplomacia angolana referiu que, além da questão da integração, João Lourenço presta, também, especial dedicação a todos os aspectos adjacentes à vida da organização.

Angola, disse o ministro, está a assumir a presidência em exercício da SADC e tinha de cumprir esta obrigatoriedade de visitar a sede da organização, de modo a confirmar, igualmente, "a seriedade com que assume a responsabilidade e a atenção que o Presidente da República dedica à implementação das decisões que foram tomadas”.

Téte António sublinhou que a visita do Presidente em exercício da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral à sede da organização, em Gaborone, "mais do que uma tradição” cumprida por todas as presidências, serviu para tomar contacto sobre o seu funcionamento e os passos dados relativamente às decisões tomadas, tendo em vista à implementação do programa de interacção regional, focado para a questão das infra-estruturas.

De acordo, ainda, com o presidente em exercício do Conselho de Ministros da SADC, a abordagem da problemática do impacto da cólera e do fenómeno El-Niño, na Região Austral do continente, são temas levados muito a sério pela presidência de Angola, ressaltando também a questão da insegurança, com particular incidência para as situações prevalecentes em Cabo Delgado, no Norte da República de Moçambique, e no Leste da República Democrática do Congo (RDC).

O ministro Téte António destacou, igualmente, que o encontro entre o Presidente João Lourenço e o homólogo do Botswana, Eric Masisi, serviu para os dois Chefes de Estado "passarem em revista as relações bilaterais”.

"Somos um país com boas relações e, também, como sabe, o Presidente fez a primeira visita como Chefe de Estado ao Botswana e, por essa ocasião, tomámos algumas decisões, razão pela qual é normal que o Presidente João Lourenço troque impressões sobre a forma como estamos a implementar e, tendo em conta a complementaridade que existe entre os países, pois somos ambos produtores de diamantes, e a natureza também nos deu essa oportunidade de partilharmos algumas vantagens para a vida comum e que são complementares, como a região do Okavango”, disse Téte António.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política