Regiões

Quase 30 mil toneladas colhidas por reclusos

Mais de 28 mil e 365 toneladas de produtos diversos foram colhidos por reclusos na campanha agrícola de 2018/2019 no Estabelecimento Penitenciário de Caboxa, na província do Bengo.

23/11/2019  Última atualização 13H29
Maria João | Edições Novembro | Bengo © Fotografia por: Abertura da campanha agrícola na Penitenciária de Caboxa

A informação foi revelada pelo comandante provincial dos Serviços de Protecção e Bombeiros do Bengo, Mankenda Lukengane, quando falava na abertura da campanha agrícola deste ano, em representação do delegado provincial da Polícia Nacional.
Entre os produtos cultivados constam ginguba, banana e grandes quantidades de hortícolas. Mankenda Lukengane disse que os aludidos produtos vão servir, essencialmente, para o melhoramento da dieta alimentar dos reclusos e efectivos da corporação .
“Os produtos cultivados pelos reclusos já foram encaminhados à Direcção Nacional de Logística, que fará a distribuição aos estabelecimentos penitenciários sediados na província de Luanda”, disse.
O responsável do Corpo de Bombeiros frisou , por outro lado, que a instituição está a implementar políticas de reintegração aos reclusos internados. “Temos procurado cumprir com rigor as normas que permitem ocupar os reclusos com políticas de reintegração social, dando-lhes ferramentas para o reenquadramento na sociedade sem dificuldades, pois, quando terminarem de cumprir as penas vão para a casa”, frisou.
O estabelecimento penitenciário de Caboxa dispõe de 88 hectares destinados às actividades agro-pecuárias, destacando-se a criação de gado suíno e caprino. Actualmente a cadeia tem 1.081 reclusos, entre eles 856 em regime de condenados, 225 detidos, 12 reclusas femininas e 13 estrangeiros. Tem ainda 10 condenados e três em prisão preventiva.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões