Política

PRS defende tolerância política em tempo de campanha

Adolfo Mundombe/Huambo

Jornalista

O secretário provincial do Partido de Renovação Social, no Huambo, defendeu, ontem, que os partidos políticos devem primar pela preservação da paz e a tolerância política em tempo de campanha e na véspera das Eleições Gerais de 24 de Agosto.

30/06/2022  Última atualização 08H40
Secretário provincial do PRS no Huambo defendeu que os partidos devem preservar a paz © Fotografia por: DR

Soliya Selende, que falava durante uma conferência de imprensa, disse que a preservação da paz e a tolerância devem ser a palavra de ordem, antes, durante e depois das eleições.

Apelou aos militantes do partido a primar por uma conduta salutar nesta fase e evitar reagir às provocações de outras filiações políticas, sendo necessário que se empenhem na mobilização de forma ininterrupta e levem a mensagem do federalismo para o conhecimento do cidadão.

"A paz deve ser tratada como a menina de ouro, que não pode ser beliscada por causa das eleições. Chamamos a atenção, primeiro, para os militantes do PRS a transmitir e levar a palavra da paz para a sociedade”, reafirmou.

Selende afirmou aos jornalistas que os dois últimos casos de intolerância, registados a 10 e 26 deste mês, aconteceram no município da Chicala Cholohanga, comuna do Sambo, na aldeia de Sanzala Cunene, onde foram retiradas dos mastros cinco bandeiras.

Segundo o político, o PRS desde a sua fundação procurou sempre primar pela paz, democracia e progresso das sociedades.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política