Sociedade

Província tem material para prevenção e combate da pandemia

A província do Bié recebeu ontem 20 toneladas de materiais de biossegurança e equipamentos hospitalares para a prevenção e combate da pandemia da Covid-19.

07/06/2020  Última atualização 08H33

O coordenador Técnico da Comissão Provincial de Prevenção e Combate à Covid-19 assegurou que vão aumentar o rastreio às pessoas que possam ter vindo da província de Luanda, numa altura que já foram rastreados mais de mil e 600 cidadãos, dos quais 20 estão em quarentena institucional e 17 em regime domiciliar.

João Campos, que é igualmente director do Gabinete Provincial da Saúde, acrescentou que será reforçada a vigilância epidemiológica para a busca activa de possíveis casos suspeitos da Covid-19. “A situação da Covid-19 na província está controlada, temos todos os postos de fronteira controlados, estamos a realizar o rastreio das pessoas que vêm de outras províncias e estamos a priorizar, principalmente cidadãos que vêm de Luanda, o epicentro da doença”, disse.

O desafio, segundo o médico, passa pela melhoria da capacidade de atendimento no nível primário. “Para melhorarmos o atendimento médico a nível primário, temos de formar os nossos técnicos e capacitá-los em medicina familiar. Temos oito médicos cubanos e estes vão os nacionais”, afirmou.

João Campos sublinhou que as doenças agudas respiratórias tendem a aumentar, devido ao Cacimbo, uma situação, que exige reforço da vigilância epidemiológica, na medida em que a gripe é um dos sintomas da Covid-19.

“Estamos atento ao evoluir da situação, no âmbito dos sintomas das doenças respiratórias agudas, principalmente resfriados comuns ou catarro”, referiu.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade