Sociedade

Protecção de oceanos entre as prioridades

Sérgio V. Dias

Jornalista

Assinala-se hoje o Dia Mundial dos Oceanos, numa altura em que a ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sambo, reafirma a aposta de Angola na execução de acções para o desenvolvimento científico de técnicas de defesa dos mares, para salvaguardar a sustentabilidade do planeta.

08/06/2021  Última atualização 11H35
© Fotografia por: DR
A governante, que falava sábado, na Ilha de Ponta Delgada (Portugal), durante a Conferência Ministerial de Alto Nível denominada, "Cooperação Atlântica em investigação e inovação para um oceano sustentável”, organizada pela Presidência Portuguesa da União Europeia, sublinhou que Angola possui uma vasta zona marítima da costa atlântica, um dos elementos preponderantes para o bem-estar, prosperidade e segurança das gerações do presente e do futuro.Maria do Rosário Sambo defendeu a conservação e o uso sustentável dos oceanos, mares e recursos marítimos, conforme está estipulado na Agenda 2063 da União Africana.

Segundo a ministra, Angola faz parte do "Atlantic International Research Centre”, uma plataforma de cooperação científica para a produção e partilha do conhecimento e dados sobre o espaço, a atmosfera, os oceanos e as alterações climáticas.Manifestou a disponibilidade do país para integrar parcerias internacionais que visam o desenvolvimento de programas científicos específicos, tendo em vista a salvaguarda do Atlântico e a sua sustentabilidade.

Acompanhada pelo embaixador de Angola em Portugal, Carlos Alberto da Fonseca, a ministra participou no evento na qualidade de convidada especial do seu homólogo português, Manuel Heitor.        A conferência, que reuniu especialistas de diversos países, serviu para a abordagem e discussão de assuntos ligados à importância dos oceanos na regulação do clima, pescas, biodiversidade, entre outros.

O Dia Mundial dos Oceanos é assinalado com o objectivo de relembrar a sua importância para o equilíbrio da vida no planeta Terra. E, para isso, são realizadas várias actividades, com realce para as campanhas  de sensibilização sobre os perigos que eles actualmente enfrentam.Os oceanos constituem dois terços da superfície terrestre e são o principal regulador térmico do planeta. Hoje, o grande desafio é minimizar o impacto que as actividades humanas provocam sobre eles.Anualmente, o Dia Mundial dos Oceanos apresenta um tema diferente. Este ano, o tema escolhido para celebrar a data é: "Os oceanos: vida e subsistência".O Dia dos Oceanos foi criado durante a Rio-92, Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, que ocorreu no Rio de Janeiro.

A data é celebrada desde 1992, no entanto a ONU (Organização das Nações Unidas) apenas oficializou a comemoração em 2008.Em prol à efeméride, o Movimento Africano para o Desenvolvimento Sustentável e Cultura da Paz ,  constituído por jovens voluntários e recém-formados em distintas áreas do saber, realiza hoje uma actividade denominada "Passeio ecológico”, na entrada da Ilha de Luanda.O evento tem como objectivo recolher plásticos nas praias da Ilha de Luanda e sensibilizar  a sociedade sobre a importância da preservação e conservação dos oceanos.

(*) Com Angop

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade