Economia

Projectada implantação de indústria de medicamentos naturais em Viana

César Esteves

Jornalista

A Câmara de Comércio e Indústria Angola-Turquia quer atrair para o país investidores turcos ligados ao ramo da saúde para a construção de uma indústria nacional de medicamentos naturais, anunciou ao Jornal de Angola o novo presidente da agremiação, Sérgio Conceição.

23/10/2021  Última atualização 07H30
Líder da Câmara de Comércio e Indústria Angola-Turquia © Fotografia por: DR
À frente da  câmara desde o dia 25 de Setembro deste ano, o responsável considerou que uma indústria de medicamentos naturais no país tem potencial para ajudar as famílias que optam por este ramo da medicina a terem maior oferta na compra dos fármacos.

Além disso, Sérgio Conceição afirmou que, pelo facto de o nosso país ser detentor de uma variedade imensa de plantas medicinais, a indústria de medicamentos naturais ajudaria a expandi-los pelo mundo.  

"Teríamos, no país, sem precisar olhar lá para fora, medicamentos que nos ajudariam a erradicar doenças do nosso território”, disse, indicando que, no caso de a ideia ser efectivada, haver já espaço para a instalação da indústria: "vai estar no município de Viana”, revelou.

Esclareceu que a aposta no sector da Saúde, no relacionamento com investidores daquele país euro-asiático, visa alternar o foco das áreas até aqui privilegiadas, nomeadamente Indústria, agricultura, pecuária e pescas, energia e águas, turismo, Educação,  ambiente, transportes, previdência social e tecnologia.

Sérgio Conceição referiu que, no seu mandato, vai ainda apostar na promoção do comércio formal, através do desenvolvimento do comércio rural precário, de uma rede comercial de proximidade de mercados municipais urbanos, suburbanos e rurais, que permitam a absorção de um grande número de operadores informais.
Investir na promoção do desenvolvimento do sector privado e na modernização de infra-estruturasfazem, igualmente, parte dos objectivos do seu mandato.

Sérgio Conceição apontou como um dos caminhos para a concretização deste fim a salvaguarda dos direitos dos consumidores com a aplicação do preconizado na Lei da Actividade Comerciais, Concorrência, Defesa do Consumidor e do Sistema do Regime de Preços.

O responsável, que fez a sua primeira aparição como presidente da Câmara de Comércio e Indústria Angola-Turquia no Fórum Económico realizado em Luanda, na segunda-feira, juntando o Presidente da República, João Lourenço, e o homólogo da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse haver muitos empresários daquele país interessados em fazer parte da Câmara.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia