Sociedade

Programa de Modernização permite instalar 73 estações meteorológicas

Arão Martins | Lubango

Jornalista

Um total de 73 estações meteorológicas de distintas funcionalidades foi instalado no país, desde 2018, até à presente data, no âmbito do programa de modernização desses serviços.

19/11/2022  Última atualização 09H25
Ministro Mário Oliveira anuncia projectos para melhorar serviços de meteorologia no país © Fotografia por: Arão Martins | Edições Novembro
A informação foi avançada ontem, no Lubango, província da Huíla, pelo ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira, durante o acto de inauguração da estação automatizada de medição dos parâmetros meteorológicos em altitude (ROBOTSANDA).

A estação, foi instalada no Aeroporto Internacional da Mukanka, arredores da cidade do Lubango.

O ministro disse que houve necessidade de aperfeiçoar os Serviços Meteorológicos prestados pelo INAMET, por isso, foram desenvolvidos alguns projectos a nível nacional, para a instalação de estações meteorológicas de diversos fins.

O governante frisou que a Huíla beneficiou neste projecto, de sete estações meteorológicas, nomeadamente uma estação aeronáutica, outra sinóptica, três agrometeorológicas, uma estação Sísmica, e a estação automatizada de medição dos parâmetros meteorológicos em altitude, (ROBOTSONDA).

Sublinhou que o município de Cuvelai, no Cunene, observou 10 estações e ao passo que o programa de Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional (FRESAN) contemplou seis estações, respectivamente.  Explicou ainda que o projecto é de âmbito nacional e abrange a maior parte das províncias e, oito aeroportos nacionais, certificados, com um valor a rondar os 60 milhões de euros.

Mário Oliveira explicou que as implementações destas estações meteorológicas, garantem a precisão da previsão do tempo em Angola, possibilitando o planeamento e a segurança dos transportes marítimos, terrestres e aéreos. Ajudam ainda no auxílio das actividades agrícolas sustentáveis, bem como a projecção de construção de infra-estruturas habitacionais, industriais, rodoviárias entre outras.

Acentuou que o funcionamento da estação automatizada de medição dos parâmetros meteorológicos em altitude, (ROBOTSONDA) permitirá modelar de forma realística, as condições atmosféricas em altitude das variáveis das temperaturas, direcção do vento, velocidade, humidade e pressão até uma altitude de aproximadamente 35 quilómetros, através de sistemas de lançamento de balões de sondagem automatizados, que ocorrerá diariamente por volta das 13h00.

Frisou que a nível do continente africano, Angola é pioneira, na instalação do sistema de ROBOTSANDA. "Era uma falha que tínhamos no estudo meteorológico em Angola, no que toca o apoio relacionado com a aviação, navegação aérea, transportes terrestres e no sector agrícola”, referiu, salientando, que o equipamento inaugurado, é o segundo que vem para apoiar a navegação aérea.

Mário Oliveira fez saber que com o funcionamento da estação automatizada de medição dos parâmetros meteorológicos em altitude, (ROBOTSONDA) e outras funcionalidades instaladas no Aeroporto Internacional da Mukanka, vai ser possível ter uma navegação mais segura, no tocante à previsão e informação meteorológica de apoio aos pilotos.

Esclareceu ainda que os dados destas sondagens alimentam a rede da Organização Meteorológica Mundial (OMM) e permite que Angola contribua em grande escala, para a correcção dos modelos meteorológicos globais.

O ministro indicou que os dados acima referidos, são também assimilados pelos modelos meteorológicos regionais do INAMET que ajudam a melhorar a sua relevância, permitindo a população ter informações sobre previsões meteorológicas mais precisas em caso de eventos meteorológicos severos, como chuvas extremas e seca.

O equipamento inaugurado no Aeroporto Mukanka completa uma rede que totaliza três ROBOTSONDAS em Angola, uma das quais já operacional no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, outra instalada no Aeroporto Comandante Dangereux, no Moxico, com previsão de inauguração ainda no final deste mês.

 Estações agrometeorológicas

A província da Huíla beneficiou de estações agrometeorológicas e sinópticas, a par do Cunene que beneficiou, igualmente, de uma estação meteorológica.

"A nível do Ministério, através do Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional, com recurso à tecnologia via satélite, temos estado a desenvolver um projecto com parceiros internacionais, exactamente no estudo dos solos, existência ou não de caudais subterrâneos, que vão ajudar no programa do Governo de Angola, de combater a seca”, disse o ministro.

Mário Oliveira acrescentou que os dois projectos vão ajudar a colmatar a preocupação do Governo, no estudo relacionado com o combate à seca no Sul do país. No Lubango, esclareceu o ministro, existe uma estação cosmógrafa reequipada e instalada no bairro da Mapunda, que vai dar, igualmente, informações de possíveis casos de tremores de terra.

 Programas sustentáveis

 O governador da Huíla, Nuno Mahapi Dala, valorizou ontem, a inauguração da estação automatizada de medição dos parâmetros meteorológicos em altitude (ROBOTSANDA), instalado no Aeroporto Internacional da Mukanka, arredores da cidade do Lubango.

Nuno Dala reconheceu os programas sustentáveis que o executivo está a implementar em várias áreas, afirmando que a ROBOTSANDA é uma demostração clara do momento importante que o país regista no ramo tecnológico.

Assegurou que os investimentos que visam o desenvolvimento e concorrem na melhoria da qualidade de vida das populações, vão continuar a ser apoiadas pelo Governo da Província da Huíla. "Somos daqueles que olham as coisas na perspectiva global. Por isso, acreditamos que os equipamentos e as informações fidedignas a serem prestadas com a entrada em funcionamentos dos equipamentos lançados na Huíla, serão válidas não só para a província, mas, também, para o país”, disse.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade