Economia

Programa “Crescer Juntos” tem acordos com nove investidores

Ana Paulo

Jornalista

O Banco Internacional de Crédito (BIC) assinou, segunda-feira, em Luanda, nove protocolos de parcerias com novos co-investidores, cuja finalidade é fortalecer os projectos de responsabilidade social desenvolvidos através do programa “Crescer Juntos”, que, em 2023, ajudou mais de 50 mil pessoas.

19/06/2024  Última atualização 10H25
Iniciativa já desembolsou mais de 600 milhões de kwanzas © Fotografia por: Francisco Lopes | Edições Novembro

O acto de assinatura foi presidido pelo presidente da Comissão Executiva do Banco BIC, Hugo Teles, e pelos representantes das instituições parcerias, nomeadamente, Luanda Moagens, Sistec, Centro Óptico, Unitel, Protteja Seguros, Efrasa Seruise, Print Lab, Ponto Alto, Farwell Sociedade Farmacêutica e Leggus.

Com a entrada de novos parceiros, o projecto "Crescer Juntos", que tem como finalidade apoiar as Organizações Não-Governamentais, passa a contar com 29 co-financiadores que vão continuar a manter o projecto auto-sustentável, com realce para as comunidades carenciadas.  

Em declarações à imprensa, depois do acto de assinatura, o PCE do Banco BIC, Hugo Teles, considerou a entrada de novos parceiros como positiva, porque a instituição financeira apoia mais de 30 projectos que beneficiam as 18 províncias.

Os projectos ligados a crianças com albinismo, desnutridas, bem como a construção e reabilitação de escolas, centros de formação, entre outras acções.

Hugo Teles destacou que para a execução dos projectos, o banco aplicou, em 2023, cerca de 1,5 milhão de dólares, montante investido também em 2022.

Resultados

O projecto "Crescer Juntos" está a ser desenvolvido há três anos, com o apoio anual de 500 milhões de kwanzas disponibilizado pelo Banco BIC. Em 2023, com apoio dos co-financiadores, foram arrecadados 130 milhões de kwanzas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia