Economia

Produtos angolanos em exibição na Feira de Seul

Vários produtos nacionais como café, feijão, múcua, farinha musseque, milho branco, cervejas e refrigerantes estão a ser exibidos na Feira de Produtos Importados 2022, que decorre na cidade de Seul (Coreia do Sul).

23/06/2022  Última atualização 14H20
© Fotografia por: CEDIDA

Sob o lema "Back to Business” (Retorno ao Clima de Negócios), o IGF 2022 visa servir como uma plataforma para criar as bases para a recuperação do sector de importação sul coreano em tempo pós-COVID-19 e facilitar o comércio na Coreia do Sul, ligando os exportadores internacionais com o mercado sul coreano.

No espaço reservado ao país pode-se igualmente encontrar, para além da bandeira, algumas brochuras com informações sobre Angola, suas potencialidades económicas, oportunidades de negócio, principais reformas em curso, assim como alguns magazines produzidos pela Missão Diplomática, com destaque para a edição do 3 trimestre de 2022, centrada no agro-negócios, com o focus na revitalização do mercado do café. 

A referida Exposição, patrocinada pelo Ministério do Comércio, Indústria e Energia da Coreia do Sul e pela Agência Coreana de Promoção de Negócios e de Investimentos (KOTRA), é a única feira especializada em produtos importados na Coreia do Sul.

De acordo com a KOTRA, cerca de 60 países, incluindo Tanzânia, Zâmbia, Costa do Marfim, África do Sul, Ghana, Portugal, Federação Russa, China, Filipinas, Indonésia e Ucrânia estão igualmente presentes, nesta exposição, com os seus produtos de exportação mais representativos.

Importadores sul coreanos, como o Grupo Lotte Mart, também participam da exposição para promover produtos importados.

O espaço possui igualmente instalado uma stand promocional da Expo 2030, que se espera seja realizada na cidade sul coreana de Busan em 2030, e um Salão de Promoção da Copa do Mundo de Qatar.

A cerimónia  de abertura, presidida pelo Vice-Ministro do Comércio, Indústria e Energia sul coreano, Kim Tae-ho, na manhã de hoje e contou com a presença de mais de 80 entidades de proa do país,  incluindo embaixadores de 40 países acreditados na Coreia do Sul, com destaque para o de Angola, Edgar Gaspar Martins.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia