Cultura

Produtores de clipes conquistam distinção

Roque Silva|

Jornalista

Os profissionais que se dedicam à produção de videoclipes musicais terão, a partir deste ano, o seu trabalho reconhecido no concurso Angola Music Awards (AMA), com a inclusão da categoria Melhor Produtor de Vídeoclipe, revelou ao Jornal de Angola o mentor, produtor e porta-voz do prémio.

20/08/2021  Última atualização 09H10
Music Awards © Fotografia por: DR
Daniel Mendes, que falava ao Jornal de Angola sobre a 8ª edição do AMA, anunciou para Novembro o mês em que serão conhecidos os vencedores das 27 categorias em competição.

Para esta nova classe estão nomeados os produtores Hochi Fu, Edgar Cláudio, Chuck Mbevo, Mr. Prayze e Krisnano Santos, pela criação dos vídeoclipes dos temas "The One”, "Africana”, "Mente Poluída”, "Novo Messi 2”, e "Tá Dominá”, respectivamente, informou a organização.

A aposta da produção do AMA em premiar profissionais do ramo dos videoclipes foi manifestada pelo mentor como reconhecimento ao esforço, dedicação, talento e a criatividade de um importante segmento ligado à promoção da música nacional.

Daniel Mendes disse que a ideia surge numa fase em que a produção de videoclipes no país se mantém estável e a qualidade cresce de forma exponencial. "Foi uma decisão devidamente pensada, porque o videoclipe é um importante segmento para divulgação e promoção das músicas. Além disso, a produção no país tem observado uma velocidade impressionante”.

Na edição do presente ano, concorrem ao Angola Music Awards 199 artistas, com o cantor Prodígio indicado para nove prémios, o maior número comparativamente aos restantes artistas. O músico Paulo Flores surge logo atrás do rapper radicado também em Portugal, com 8. Seguem os cantores Rui Orlando, com sete indicações, Landrick, Preto Show e Edgar Domingos com seis. Entre as vozes femininas melhores posicionadas estão Anna Joyce e Noite e Dia, com quatro indicações cada.

As votações aos candidatos das 27 categorias podem ser feitas na página www.angolama.com e através do aplicativo Musickool até a data da cerimónia de divulgação dos vencedores.

A produção estuda a possibilidade de realizar uma gala presencial, para divulgação e entrega dos troféus aos vencedores, situação que depende da evolução do quadro pandémico que assola o mundo devido a Covid-19. A transmissão pela internet, a partir de um estúdio sem público, seria outra opção.

"Pensamos que com o avanço do processo de vacinação contra a Covid-19, poderemos sonhar em voltar a ter público. Vamos todos torcer que haja aberturas para organizarmos uma Festa com qualidade”, disse o mentor, produtor e porta-voz do concurso Angola Music Awards.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura