Economia

Produção semi-industrial de diamantes recuperou

Hélder Jeremias

Jornalista

A actividade produtiva das cooperativas nacionais rendeu, de Janeiro a Setembro do ano em curso, 5 145 311,22 dólares decorrentes da comercialização de 39 222,65 quilates ao preço médio de 131, 18 dólares, segundo dados revelados, ontem, em Luanda, pelo director nacional dos Recursos Naturais.

23/10/2021  Última atualização 07H30
Semi-industrial de diamantes © Fotografia por: DR
André Buta, que falava aos órgãos de comunicação social no final do 2º Encontro de Balanço das Actividades Mineiras Semi-Industriais, fez uma avaliação "positiva” se o desempenho for comparado com o de 2020, quando as pequenas empresas produziram 36 107, 97 quilates, comercializados ao preço médio de 92,64 dólares, com receitas brutas de 3 345 080,45 dólares.

O responsável apontou a retoma da actividade económica internacional e o rigor imposto pelo Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás  entre os factores com maior influência positiva, sobretudo na segunda metade de 2021.

Em termos globais, nos três últimos anos, as cooperativas geraram 11 572 293,64 dólares, mercê da venda de 110 186,15 ao preço médio de 105,02 dólares, numa altura em que, das 264 cooperativas licenciadas para operar, apenas 87 encontram-se em  efectivo funcionamento.

André Buta disse que o Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás pretende que 50 por cento das cooperativas operem à luz da legislação, de modo a evitar a tendência do regresso massivo do garimpo às áreas licenciadas, o que se reflecte em danos ambientais e prejuízos económicos.

O presidente do Conselho de Administração da ENDIAMA, Ganga Júnior, disse que a reposição dos preços no mercado internacional e o aumento da produção nacional deixam antever receitas de 1,3 mil milhões de dólares, com a produção de cerca de nove milhões de quilates.

"Ultrapassado o período mais crítico, resultante da Covid-19, em que tivemos de paralisar em 50 por cento, quase sem vendas, hoje as coisas mudaram de forma radical, com preços superiores à época anterior pré-Covid, pelo que acreditamos vir a atingir, no contexto geral, a produção de  nove milhões de quilates”, prevê Ganga Júnior.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia