Regiões

Procuradora titular da Huíla já em funções

A nova titular da Procuradoria na Huila, Celma Moreira da Silva Lourenço, já está em funções depois de tomar posse, em cerimónia presidida pelo vice-presidente do Conselho Superior da Magistratura do Ministério Público, Luís da Mota Liz, em representação do Presidente, Hélder Pitta Gróz.

30/05/2022  Última atualização 22H50

A cerimónia de tomada de posse teve lugar no salão nobre do Palácio da Justiça, em Luanda, e contou com as presenças do vice-procurador geral militar, Filomeno Octávio e dos procuradores-gerais adjuntos da República, Luciano Cachaca, Margarida Gonçalves, Pulquéria Van-Dúnem, Pedro Mendes de Carvalho, Domingos Joaquim e outros membros do CSMMP.

O acto de empossamento começou com o juramento solene da procuradora da República, Celma Lourenço e, posteriormente, o secretário executivo do Conselho superior da Magistratura do Ministério Público, Adalberto Luacuti, procedeu a leitura do termo de posse.

Segundo um comunicado de imprensa enviado ao Jornal de Angola, com o empossamento da procuradora Celma Lourenço eleva-se o número de mulheres que, actualmente, assumem este cargo ao nível da Procuradoria-Geral da República, respectivamente, nas províncias de Malanje, Bengo, Cuanza Norte e Huila.

Na ocasião, a nova procuradora titular, Celma Lourenço, agradeceu a oportunidade e confiança em si depositadas pela PGR e traduziu em duas palavras, aquilo que considera essencial para o seu mandato, força e saúde.

O vice-presidente, Luís da Mota Liz, considerou não ser uma escolha do acaso a nomeação de Celma Lourenço para exercer o cargo de procuradora titular da Huila, sendo o resultado de um conjunto de actos combinados, em função do seu trabalho, dedicação, inteligência e entrega, fizeram com que o colectivo reconhecesse em si capacidade de liderança, sendo, por isso, confiada a conduzir a direcção de uma província importantíssima, quanto a da Huila, com grande valor económico e com uma densidade populacional considerável.

O vice-presidente, Luís da Mota Liz, disse ter esperanças que, desta vez, a escolha foi acertada com a nomeação da Procuradora Celma, e quero crer  que a nova titular tenha capacidade de motivar com as relações humanas, que os interesses da instituição estejam acima de qualquer interesse pessoal e o primado da lei.

No acto, estiveram também presentes as titulares das províncias do Cuanza-Norte, Malange, Bengo e Huíla, junta-se a elas, as titulares da Lunda-Sul e da Comarca de Luanda.

Já foram dirigidas por mulheres, os órgãos da PGR nas províncias do Cuanza-Norte, Luanda e Moxico, designadamente, Inocência Pinto, Maria Teresa Manuela e, Celma da Cunha.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões