Mundo

Processado escritor por alegada ofensa contra Museveni e o seu filho

Um tribunal do Uganda processou, terça-feira (11), um escritor e crítico do Governo do país por “perturbar” o Presidente, Yoweri Museveni, e o seu filho, de quem escarneceu nas redes sociais.

12/01/2022  Última atualização 07H45
© Fotografia por: DR
Kakwenza Rukirabashaija, com 33 anos, foi acusado de "linguagem ofensiva” contra os dois homens e permanecerá detido até 21 de Janeiro, anunciou Charles Twine, porta-voz do Departamento de Investigação Criminal da Polícia ugandesa, citado pela Reuters.

Rukirabashaija é o autor do romance satírico "The Greedy Barbarian” (O Bárbaro Ganancioso), que descreve um país imaginário atormentado pela corrupção.

 Recentemente, o escritor intensificou as suas críticas a Kainerugaba, um general que muitos vêem como o sucessor do seu pai, actualmente com 77 anos, chamando-lhe "gordo” e "resmungão”.

De acordo com um documento divulgado pelo tribunal de Kampala, os procuradores acusam o autor de, "intencional e repetidamente”, ter utilizado a sua conta na rede social Twitter para "perturbar a paz de sua Excelência Yoweri Museveni, sem um propósito legítimo de comunicação”. O Governo já contestou uma primeira decisão judicial, que determinou a libertação "incondicional” do autor.
 




    


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo