Economia

Primeira pedra para a construção do edifíco dos serviços do PREI lançada hoje

O ministro de Estado para a Coordenação Económica Manuel Nunes Júnior, lança, nesta quinta-feira, 16, em Luanda, a primeira pedra do edifício que vai acolher os serviços permanentes do Programa de Reconversão da Economia Informal, (PREI), no mercado do Catinton.

15/06/2022  Última atualização 16H31
© Fotografia por: DR | Arquivo

O edifício multifacetado vai garantir condições higieno-sanitárias razoáveis, e vai albergar os serviços integrados do Guiché Único da Empresa (GUE), do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), do Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas, (INAPEM) e serviços sociais, tais como, posto médico, creche para os filhos das vendedoras e cozinha comunitária que será abastecida com os produtos do mercado.

Segundo uma nota de imprensa a que o Jornal de Angola teve hoje acesso, o edifício misto de apoio a formalização das actividades económicas vai igualmente albergar os serviços de alfabetização para os vendedores do mercado e salas de aula para os dependentes dos operadores económicos formalizados.

"A iniciativa está associada ao objectivo de transformar o PREI num serviço permanente de formalização”, adianta o comunicado.

A Comissão Multissectorial de Execução da Estratégia de Formalização deverá replicar o conceito piloto do Mercado de Catinton pelos demais mercados municipais do país.

O evento vai contar igualmente com a presença do ministro da Economia e Planeamento, Mário Caetano João e da governadora Provincial de Luanda, Ana Paula de Carvalho.

A implementação do PREI é co-financiada pelo Governo de Angola, União Europeia e Banco Africano de Desenvolvimento, assim como, conta com o apoio técnico do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, (PNUD).

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia