Política

Presidente no Cunene

O Presidente da República, João Lourenço, avalia hoje, na Ombala yo Mungo, no município de Ombadja (Cunene) as consequências da seca que afecta na província 171.488 famílias e mais de 700 mil cabeças de gado bovino na região.

04/05/2019  Última atualização 06H52
kindala Manuel | Namibe © Fotografia por: Furos garantem oferta de água

Na Ombala yo Mungo, que dista cerca de 70 quilómetros de Ondjiva, o Chefe de Estado vai entregar 25 camiões cisterna para o transporte de água para o interior das aldeias, equipamento de perfuração de furos de água e outros para o desassoreamento de chimpacas.
Os meios e equipamentos a distribuir foram adquiridos no quadro das acções e medidas de carácter de emergência que estão a ser implementadas pelo governo provincial, com recurso financeiro do Fundo de Emergência de 3.988.000 de kwanzas, disponibilizado em Março último pelo Presidente da República, após declarar o estado de calamidade e de emergência para as províncias do Cunene e parte das regiões da Huíla e Namibe.
A verba de emergência autorizada pelo Chefe de Estado vai também permitir a reabilitação de 168 furos de água, colocação de 58 tanques de plástico (de 5 e 10 mil litros) nas comunidades para a criação de pontos de convergência de abastecimento de água, distribuição de cerca de 98,13 toneladas de bens de primeira necessidade, abertura de novos furos e tratar do desassoreamento e abertura de novas chimpacas.
A estiagem que se regista no Cunene é considerada como das piores da região nos últimos 20 anos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política