Política

Presidente da Turquia no país para o reforço da cooperação

César Esteves

Jornalista

O Presidente da República, João Lourenço, tem, esta segunda-feira (18), no Palácio da Cidade Alta, um encontro com o homólogo turco,Tayyip Erdogan, que se encontra desde o princípio da noite de ontem em Luanda, onde inicia, hoje, uma visita de Estado de dois dias a Angola.

18/10/2021  Última atualização 07H50
© Fotografia por: Santos Pedro| Edições Novembro
O Chefe de Estado turco está em Luanda a convite do Presidente João Lourenço, em retribuição à visita que o estadista angolano efectuou, em finais de Julho, a Turquia.
De acordo com o programa da visita, os Presidente João Lourenço e Tayyip Erdogan têm um encontro em privado, ao mesmo tempo em que as delegações ministeriais dos dois países reúnem para discutir aspectos concretos das relações bilaterais, bem como para assinatura de acordos de cooperação. No final da assinatura dos acordos - ainda não revelados -, os dois Presidentes vão prestar declarações à imprensa.


Ainda hoje, o Presidente da Turquia vai à Assembleia Nacional para tomar parte de uma plenária convocada em sua homenagem. Consta ainda do programa de hoje a ida ao Memorial António Agostinho Neto, onde Erdogan vai depositar uma coroa de flores no sarcófago do primeiro Presidente de Angola e Fundador da Nação.


A participação num fórum empresarial e um jantar de gala no Palácio Presidencial serão as duas últimas actividades do dia. A visita de Tayyip Erdogan a Angola termina amanhã.
Os dois Chefes de Estado encontraram-se, pela última vez, em Julho deste ano, durante a visita de trabalho que o Presidente João Lourenço efectuou a Turquia.


Naquela ocasião, os dois Presidentes testemunharam a abertura das conversações oficiais entre delegações dos dois países e a assinatura de vários acordos nos domínios dos transportes, comércio e outros.
Neste particular, o destaque recaiu para a assinatura de um acordo que vai permitir a ligação aérea entre os dois países, a partir deste mês, assim como uma linha de crédito, nos termos e montantes por definir.


Ligação aérea

Nos termos do acordo que vai permitir a ligação dos dois países por via aérea, a Turkish Airlines permitirá que a TAAG utilize o seu código de companhia e números de voo para identificar e comercializar ao público serviços de transporte de passageiros programados e operados pela companhia turca para os mais de 254 destinos em que opera.


A TAAG também vai ceder o seu código e números de voo à Turkish Airlines, permitindo encaminhar os seus passageiros à sub-região da África Austral, nomeadamente Maputo, Joanesburgo, Cidade do Cabo e outros destinos operados e a operar pela companhia angolana.
A Turkish Airlines prevê iniciar as ligações aéreas entre Istambul e Luanda a partir deste mês, inicialmente com dois voos semanais, uma operação que permitirá, igualmente, que a TAAG comercialize o mesmo percurso, através da parceria em partilha de código (Code-Share).



De acordo com um comunicado do Ministério dos Transportes, este tipo de acordo é uma prática comum da indústria de aviação civil, permitindo a cada companhia ampliar a oferta de destinos e oferta de lugares para os respectivos passageiros.


Acredita-se que, com este acordo, a TAAG vai promover a sua marca num novo mercado, sem agravar os custos operacionais, beneficiar da conectividade entre África e Europa, Ásia e Médio Oriente, aumentar e diversificar a oferta de destinos, novas oportunidades comerciais, bem como criar mais oportunidades de captação de receita.


Quanto aos benefícios para os passageiros, o memorando prevê a aquisição do bilhete em moeda nacional na rede TAAG, maior oferta de destinos, aquisição do bilhete a preços competitivos, experiência de uma viagem integrada (um único bilhete, um único voo, até ao destino final), acumular milhas e pontos dos programas de Fidelidade Umbi Umbi e Star Alliance e acesso aos lounges da Turkish Airlines, nos aeroportos para e de onde opera.


Angola e a Turquia realizaram, nos últimos anos, importantes reformas económicas, envolvendo a melhoria do ambiente de negócios que os coloca, hoje, em posição privilegiada para o relançamento da cooperação nas áreas de interesse mútuo.
Angola continua a envidar esforços para dotar a economia dos instrumentos vitais para a sua competitividade, captação de investimentos, crescimento sustentável e melhoria da vida das famílias.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política