Mundo

Presidente da França ameaça retirar tropas do Mali

O Presidente da França, Em-manuel Macron, ameaçou com a retirada das tropas francesas do Mali, caso o país caminhe na "direcção" de um "islamismo radical", depois de ter considerado "inaceitável" a prisão do Presidente e do primeiro-ministro malianos.

31/05/2021  Última atualização 10H23
© Fotografia por: DR
Em entrevista ao Le Journal du Dimanche (JDD), publicada ontem, o Presidente afirma que "nunca na vida" a França irá ter soldados no Mali caso se verifique "mais islamismo radical" no país.


"Ao Presidente do Mali, Bah N'Daw, que foi muito rigoroso quanto ao acordo entre o poder e os 'jihadistas', eu disse: mais islamismo radical no Mali com nossos soldados lá? Nunca na vida! Existe hoje essa tentação no Mali, mas se caminhar nesse sentido, iremos nos retirar", afirmou Macron na entrevista, citado pela agência France Presse.
Disse ainda ter "enviado a mensagem" aos dirigentes da África Ocidental de que "não ficaria ao lado de um país onde já não existe legitimidade democrática ou transição".

"Digo isso com lucidez, se formos cúmplices do fracasso da África, seremos responsáveis, mas também pagaremos caro, especialmente em termos de migração", acrescentou Macron.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo