Economia

PREI cadastra 800 operadores económicos diariamente

Carlos Paulino | Menongue

Jornalista

Cerca de 800 operadores económicos informais são cadastrados, diariamente, no quadro do Programa de Reconversão Economia Informal (PREI), no Posto de Atendimento que foi instalado no início deste mês, no Mercado do Bairro Paz, arredores da cidade de Menongue (Cuando Cubango).

14/06/2022  Última atualização 11H30
© Fotografia por: DR
A informação foi avançada segunda esta segunda-feira, ao Jornal de Angola, pelo coordenador do PREI no Cuando Cubango, Januário Nzita, tendo acrescentado que é bastante notória a enchente de centenas de pessoas que acorrem ao local, de segunda-feira a sábado, para formalizarem a actividade económica.

Fez saber que desde o lançamento do PREI no Cuando Cubango já foram cadastrados mais de quatro mil operadores económicos informais ou utentes dos mercados paralelos do município de Menongue.

Januário Nzita informou ainda que foram emitidos 164 NIF (Número de Identificação Fiscal) e 284 certificações de empresas, através do Guiché Único do Empreendedor, 392 registos de Segurança Social, 508 registos civis de identificação e 152 Bilhetes de Identidade (BI). O coordenador do PREI acrescentou que o Banco Sol também já abriu mais de 100 contas bancárias de micro agentes ou utentes dos mercados paralelos, que vão beneficiar de micro-créditos.

Januário Nzita considerou de satisfatória a afluência dos vendedores dos mercados paralelos e moto-taxistas de Menongue na formalização da actividade junto da Administração Geral Tributária (AGT) e do Instituto de Segurança Social.

Recordou que o PREI prevê abranger oito mil operadores económicos informais nos nove municípios que compõem a província do Cuando Cubango, que serão cadastrados num prazo de 30 dias.

Sublinhou que, neste momento, o principal constrangimento prende-se com o número elevado de pessoas que, de segunda-feira a sá-bado, procuram, a todo o custo, serem atendidos para a formalização do processo.

Assinalou que este é um programa do Executivo, que veio para ajudar, principalmente, aqueles operadores económicos informais que enfrentam muitas dificuldades, para exercerem as suas actividades.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia