Economia

Preços do petróleo e cortes nos custos resultam em lucros

A petrolífera estatal Sonangol espera encerrar o ano de 2021 com lucros, mercê de preços do petróleo mais altos e da aplicação de planos de “redução de custos e maximização das margens de negócios”.

03/10/2021  Última atualização 03H40
Presidente do Conselho de Administração da Sonangol © Fotografia por: Contreiras Pipa | Edições Novembro
Estas declarações foram proferidas pelo presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Sebastião Gaspar Martins, citado, sexta-feira, pela agência de informação especializada Bloomberg, numa entrevista em que aponta o progresso dos planos de dispersão bolsista de 30 por cento do capital da companhia como parte dessas expectativas.

O líder da petrolífera adiantou, em respostas enviadas à agência, que os planos de recuperação incluem a conclusão dos programas de reestruturação e venda de activos, adopção integral das Normas Internacionais de Relato Financeiro e eliminação de quaisquer reservas que os auditores possam ter, antes de vender uma participação de até 30 por cento numa oferta publica inicial, o modelo de privatização estabelecido para a companhia.


"Estamos empenhados em eliminar todos os aspectos que possam impedir a empresa de listar as suas acções”, disse Sebastião Gaspar Martins à agência.


Números da recuperação

Números disponíveis indicam que, nos primeiros sete meses de 2021, a companhia registou um resultado positivo de 384 milhões de dólares face ao período homólogo de 2020, sob o impacto directo da recuperação dos preços médios das ramas angolanas comercializadas pela companhia.

Em comparação homóloga, o resultado obtido de Janeiro a Julho do ano em curso supera o do período homólogo em 144 por cento, representando, por outro lado, mais 23 por cento do previsto pela petrolífera estatal para esse período.

Esse desempenho é sustentado pelo impacto directo do preço médio das ramas angolanas comercializadas pela companhia que, de 38,1 dólares por barril, no passado, subiu para uma média de 66,4 dólares, nos primeiros sete meses.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia