Política

PR destaca relações de amizade e cooperação com Portugal

O Presidente da República, João Lourenço, afirmou esta sexta-feira (22) que as relações de amizade e cooperação entre Portugal e Angola estão num "nível bastante alto", referindo que os relacionamentos pessoais ajudam a que isso aconteça.

22/10/2021  Última atualização 15H33
Presidente da República, João Lourenço, conversou com homólogo Marcelo Rebelo de Sousa © Fotografia por: DR

O Chefe de Estado angolano prestou estas informações num debate, em formato virtual, com o seu homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, durante a quarta edição do Fórum Euro-África, que começou na quarta-feira e terminou hoje, numa iniciativa do Conselho da Diáspora Portuguesa, presidido por António Calçada.

João Lourenço disse ainda que teve a felicidade de durante o seu primeiro mandato ter sabido manter a um nível bastante alto as relações de amizade e cooperação entre os nossos dois países a todos os níveis, incluindo a nível pessoal.

Para o Presidente da República, as relações pessoais das lideranças políticas ajudaram a que se construísse o bom nível das relações entre os dois países.

"As relações pessoais também ajudam. Portanto, nós soubemos construir ao longo dos anos essa mesma relação com o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa e com o primeiro-ministro António Costa", acentuou.

João Lourenço apontou como exemplo que, no seu entender, retrata as boas relações entre os dois países, a ajuda oferecida pelo Governo português para que Angola consiga alcançar o compromisso que assumiu com os angolanos de proceder à exumação dos corpos das vítimas do 27 de Maio de 1977, massacre levado a cabo na sequência de uma alegada tentativa de golpe de Estado.

"Devo dizer que em Maio do corrente ano, nós anunciamos que iríamos dar início à exumação dos restos mortais das vítimas do 27 de Maio. E dois ou três dias depois o primeiro-ministro de Portugal ligou para mim a oferecer os seus préstimos, de técnicos especialistas que Portugal tem neste domínio, o que foi imediatamente aceite", relatou João Lourenço citado pela agência Lusa. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política