Economia

Portugal dá voz ao mercado europeu

O embaixador de Portugal em Angola, Pedro Pessoa e Costa, disse, há dias, em Luanda, que os empresários angolanos têm as portas abertas para exportarem os produtos aos mercados da Europa.

05/10/2021  Última atualização 09H57
© Fotografia por: DR
Segundo afirmou, bastará a contínua aposta na qualidade dos produtos, condição essencial para que mais mercados se abram às ofertas angolanas, num processo em que se pode contar, seguramente, com a parceria portuguesa.

O diplomata fez estas afirmações à margem do acordo de parceria assinado entre a angolana Refriango e a portuguesa Super Bock Group. O acordo  de  parceria assinado entre  as  empresas estabelece a produção   e  comercialização  de duas marcas de cervejas portuguesas em Angola, pela Refriango. Na ocasião, o secretário de Estado da Indústria, Ivan Prado, disse que depois do sector petrolífero, as fábricas de bebidas em Angola são as que mais contribuem com os impostos e na oferta de empregos para os jovens, garantindo, deste modo, no crescimento económico e no combate à pobreza.

Ivan Prado testemunhou, de igual modo, a assinatura do acordo entre as duas em-presas, tendo referido ser estratégico para o país o fortalecimento das indústrias locais. Uma das vantagens, citou, está na redução das importações, opção adoptada como prioridade.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia