Mundo

Porta-voz do Governo escapa a um atentado

Um porta-voz do Governo somali foi ferido, ontem, num ataque do grupo Al-Shabab em Mogadíscio, anunciaram o Gabinete do Primeiro-Ministro e a Polícia, citados pela Reuters, numa altura em que foi nomeado um novo chefe para a equipa que vai preparar tecnicamente a conclusão do processo eleitoral.

17/01/2022  Última atualização 10H53
Ataque foi reivindicado pelo grupo radical Al-shabad © Fotografia por: DR
"O porta-voz do Governo Federal somali foi ferido num ataque terrorista. Os ferimentos não são graves e desejamos a ele uma rápida recuperação”, declarou o Gabinete do Primeiro-Ministro em comunicado divulgado logo após o ataque, e reivindicado pela Al-Shabab.
De acordo com várias fontes, o agressor tentou agarrar-se à sua viatura antes de fazer explodir a bomba. O veículo ficou parcialmente destruído. "Um homem-bomba saltou para o veículo que transportava o porta-voz do Governo, Mohamed Ibrahim. Ele teve sorte de sobreviver ao ataque e sofreu apenas ferimentos leves”, disse Mohamed Farah, um Polícia que estava presente no local do ataque. "Outras duas pessoas ficaram feridas na explosão”, acrescentou.
Na quarta-feira passada, um carro armadilhado explodiu perto do Aeroporto Internacional Aden Adde, em Mogadíscio, provocando oito mortes. Ainda que na altura residentes tenham relatado nove vítimas mortais, Abdikadir Abdirahman, director do Serviço de Ambulâncias, situa o número de óbitos nos oito. Segundo um fotógrafo da France Press, a explosão danificou quatro carros e dois riquexós, não sendo inicialmente claro o que a terá provocado.
Este reacender das acções terroristas surge na mesma altura em que as autoridades eleitorais da Somália nomearam um novo presidente da Comissão  Eleitoral”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo