Regiões

Póliomielite e Sarampo: Cabinda vacina 120.632 menores durante campanha

Bernardo Capita|Cabinda

Jornalista

Cabinda vai vacinar 120.632 crianças dos seis meses aos cinco anos, durante a campanha integral de imunização contra o sarampo/rubéola, pólio inactivado (injectável) e administração da vitamina A, informou o secretário provincial da Saúde.

25/07/2022  Última atualização 09H03
© Fotografia por: DR

Rúben de Fátima Buco referiu que a vacinação, iniciada no último sábado, vai, igualmente, abranger 20 mil pessoas com idades igual ou superior a 12 anos, que estão a ser imunizadas contra a Covid-19.

De Janeiro até agora, a província de Cabinda registou 235 casos suspeitos de sarampo, com cinco óbitos, correspondentes a 2,1 por cento da taxa de letalidade.

O secretário provincial destacou que dos casos suspeitos, pelo menos 17 foram confirmados laboratorialmente, dando uma proporção avaliada em cerca de 7.2%.

Sobre a campanha de vacinação, disse que a mesma decorre em toda a extensão da província, e está a ser feita de forma alternada, ou seja, cinco dias nas zonas urbanas e quatro nas áreas rurais.

"Caso não sejam alcançados os resultados preconizados, vamos fazer um dia de repescagem, o que nos daria um total de dez dias”, esclareceu Rúben de Fátima Buco.

O médico apelou aos pais e outros tutores de crianças do grupo-alvo a levarem os menores aos postos de vacinação, de modo a garantir a imunização dos menores de cinco anos e daqueles que ainda não completaram as doses recomendadas contra a Covid-19.

O vice-governador para o Sector Político e Social, Miguel dos Santos de Oliveira, disse que o Executivo está a levar a cabo a campanha de vacinação em todo o país contra sarampo/rubéola, pólio inactivo e a administração da vitamina A, para evitar que "as nossas crianças sejam atingidas por esses males e se sintam afectadas no seu crescimento normal, sobretudo, nesta fase, em que é fundamental a prevenção de doenças evitáveis”.

Miguel dos Santos de Oliveira reafirmou o compromisso do Governo de eliminar o vírus da poliomielite e de outras enfermidades no país.

A campanha está a ser assegurada por 45 equipas fixas, com um universo de 519 vacinadores instalados nos centros e postos saúde e em outros locais indicados pelas autoridades tradicionais e coordenadores de bairros.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões