Desporto

Polícias defrontam lundas de olhos no topo da tabela

Teresa Luís

Jornalista

Com nove pontos, o Interclube pode igualar, hoje, o 1º de Agosto, com onze, caso vença o Desportivo da Lunda-Sul, em partida de acerto ao calendário marcada para as 10h00, no Multiusos do Kilamba, referente à quarta jornada do Campeonato Nacional sénior masculino de andebol

08/05/2021  Última atualização 07H50
Equipa afecta ao Interior persegue números esmagadores para assaltar a primeira posição © Fotografia por: Edições Novembro
Segundo o regulamento, em caso de empate entre duas ou mais equipas e houver necessidade de classificação, a organização da prova vai recorrer aos seguintes critérios: melhor coeficiente  de golos dos jogos entre si, goal-average total, coeficiente dos desafios disputados e melhor coeficiente total.

Sob o rótulo de favoritos ao triunfo, os polícias ambicionam vencer por uma margem considerável de golos, ante um adversário desprovido de argumentos. Após o empate consentido na sexta ronda, aos comandados de José Pereira "Kidó” interessa apenas a vitória. Mais esclarecido quer a atacar quer a defender, o conjunto afecto ao Ministério do Interior tem bagagem competitiva o quanto baste para passar com classe diante da formação contrária.

Por sua vez, o emblema da região Leste almeja equilibrar os números. A irreverência é a principal marca dos pupilos de Graça Gonçalves. Os atletas Massolo Samacuassa e Fernando Romeu falham o encontro, por castigo. Ontem, em dia de pausa geral, os oponentes aproveitaram para traçar estratégias.
Após o desafio, será lançada a chave das meias-finais em sistema cruzado. Com onze pontos, o 1º de Agosto lidera a tabela, seguido do Interclube com nove e o Inter "B” é o terceiro com oito.

Desportivo da Banca, Petro de Luanda e Desportivo da Lunda-Sul, cada com quatro, ocupam as posições seguintes, ao passo que na última estão as Organizações Joyce, sem pontos.
Declerck Sibo, do 1º de Agosto, continua a liderar a artilharia com 45 golos, seguido por Cláudio Chicola, do Interclube (39), Zacarias Domingos, das Organizações Joyce (32), Osvaldo Patrício, do Desportivo da Lunda-Sul (30) e Rúben José, do Inter "B” (25).
 
Números da primeira fase
Em seis encontros da fase regular, o 1º de Agosto marcou 185 golos, sofreu 121 e termina com saldo positivo de 64. O Interclube, com um jogo em atraso, marcou 146, consentiu 91 e acumulou o saldo de 55 golos, enquanto o Inter "B” marcou 153, sofreu 144 e encerra a primeira etapa com saldo de 9.

O Desportivo da Banca conta com 130 golos marcados, 148 permitidos, saldo de -18. O Petro de Luanda, em seis desafios, marcou 146, sofreu 160 e produziu o saldo de -14. O Desportivo da Lunda-Sul, com um jogo a menos, tem 113 golos marcados, sofreu 150 e saldo de -37; as Organizações Joyce marcaram 92, consentiram 134 e saldo de- 42.
No total de 41 partidas, as sete equipas marcaram 965 golos, média de 23,5 por jogo.

Em femininos, o 1º de Agosto marcou 222, sofreu 117, saldo de 105, o Petro de Luanda assinalou 207 e 126 sofridos, saldo de 81; Desportivo do Maculusso apontou 186 e 191 consentidos, saldo de -5; a Academia conta com 174 marcados e 137 permitidos e saldo de 37.
O Electro do Lobito marcou 158, sofreu 197, saldo de -39, a Casa do Pessoal do Porto do Lobito assinalou 154, sofreu 180, saldo de -26, o Progresso Sambizanga conta com 166 marcados, 84 sofridos, saldo de -18, e o 1º de Maio marcou 199, admitiu 244 e saldo de -135.

Foram marcados mil e 466 golos, saldo de 26, 1 por jogo, num total de 56 partidas. As militares têm os melhores ataque e defesa. Amanhã, a prova reserva a disputa das meias-finais com o cartaz: 1º de Agosto -Academia e Petro de Luanda-Maculusso. A final e as classificativas para o terceiro lugar estão agendadas para segunda-feira.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto