Sociedade

Polícia reforça luta contra crimes com arma branca

Joaquim Neto

Jornalista

O comandante da polícia do município de Luanda disse, domingo, que estão a ser tomadas medidas estratégico-operacionais, para acabar com a onda de assassinatos, com recurso ao uso de facas e catanas.

10/06/2024  Última atualização 09H12
© Fotografia por: DR

Lázaro Conceição referiu que a luta contra a criminalidade no município de Luanda continua a ser feita. No momento, avançou, a maior preocupação são os crimes praticados com armas brancas, nomeadamente facas e catanas. "A realização de micro-operações, pelo comando da Polícia do município de Luanda, permitiu reduzir as acções delituosas envolvendo armas de fogo, pelo que os malfeitores enveredaram pelo uso de armas brancas que são mais pequenas e de fácil transporte”, explicou.

Os distritos urbanos da Samba, no bairro da Camuxiba, e o da Maianga, no Rocha Pinto, foram tidos pelo superintendente-chefe como sendo as localidades onde se têm registado muitos casos de ofensas à integridade física, envolvendo o uso de facas e catanas.

Um conjunto de operações direccionadas à sensibilização nos recintos escolares, esclareceu, estão a permitir alertar as crianças e pré-adolescentes sobre como identificar indícios de abusos e de violação sexual. "É um tipo de crime silencioso, por ocorrer, quase sempre, no interior dos respectivos domicílios, sob o olhar impávido e sereno dos próprios tutores, alguns, na maioria dos casos, também autores”.

Em relação aos constantes assaltos aos barcos de pesca em alto mar e nos portos de atracagem, o Comandante da Polícia do município de Luanda disse estar criada uma equipa multidisciplinar, que envolve a capitania e a administração municipal.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade