Desporto

Polícia Indonésia diz que portões do estádio não tinham as dimensões adequadas

JA Online

A polícia indonésia revelou, esta terça-feira, que seis dos 14 portões do estádio Kanjuruhan, em Malang, onde morreram 131 pessoas no último sábado, não tinham as dimensões adequadas para as centenas de pessoas que tentavam fugir, na sequência da invasão de campo de cerca de 3.000 adeptos, após a derrota do Arema FC frente aos rivais, Persebaya Surabaya, por 3-2.

04/10/2022  Última atualização 15H30
© Fotografia por: @Getty Images

"Esses portões estavam abertos, mas são muito pequenos. Dava para passar duas pessoas e havia centenas a tentar sair", disse Dedi Prasetyo, porta-voz da polícia indonésia, citado pela Lusa.

Dedi explicou que as zonas de saída são da responsabilidade dos organizadores do evento e que o jogo contou apenas com a presença de adeptos da equipa da casa, o Arema FC, uma vez que os organizadores proibiram a presença de simpatizantes do Persebaya Surabaya, devido ao historial de rivalidade e violência no futebol indonésio, referiu a mesma fonte.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto