Sociedade

Polícia detém ladrões de cabos eléctricos

Fernando Neto | Nzeto

Jornalista

Dois cidadãos nacionais, com idades compreendidas entre 16 e 21 anos, foram detidos, em flagrante delito, no último final de semana, no bairro 4 de Fevereiro, em Mbanza Kongo, província do Zaire, quando roubavam cabos eléctricos na via pública.

20/01/2022  Última atualização 07H00
Mais um grupo de marginais foi desmantelado no Zaire © Fotografia por: Fernando Neto | Edições Novembro | Mbanza Kongo
Os dois jovens fazem parte de um grupo de cinco cidadãos detidos entre sexta e segunda-feira na cidade de Mbanza Kongo, pelo Departamento de Investigação de Ilícitos Penais (DIIP) e apresentados, ontem, à imprensa.

Segundo o porta-voz do DIIP, Nicolau Modelo, até ao momento, a Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (END) identificou a vandalização de 20 postes de média tensão, nos bairros 4 de Fevereiro, 11 de Novembro e Bela Vista, zonas onde decorrem os trabalhos de expansão da rede eléctrica pública. 

Por seu turno, o encarregado da empresa AEE Power, Cristian Nova Mesa, contratada para a montagem dos postes de fornecimento de energia, explicou que foram furtados mais de oito metros de cabos eléctricos.

O Departamento de Investigação de Ilícitos Penais informou, ainda, que, nos últimos quatro dias, foi detida uma jovem de 24 anos, acusada de ser a mandante do assassinato do marido, de 34 anos. 

O homicídio ocorreu em Março de 2020, na comuna de Madimba, aldeia do Kikienguele, quando o malogrado foi convidado pela esposa para ajudar a sua mãe na lavra, onde foi surpreendido por um grupo de marginais que o executaram, esclareceu o porta-voz do DIIP.

"Desde aquela data a esposa não revelou o sucedido à família do malogrado. A mãe do malogrado ficou a saber através de um dos participantes do assassinato que o seu filho estava morto há muitos meses. Só assim a senhora recorreu à Polícia”, disse. 

Nicolau Modelo acrescentou que a suposta mandante da morte do marido, com quem tem dois filhos menores de dez anos, até ao momento não revelou as motivações que a levaram a cometer o crime.

A Polícia apurou que neste momento a jovem se encontra concebida de outro homem. O processo-crime já foi encaminhado ao Ministério Público.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade