Regiões

Polícia detém cidadão namibiano por porte ilegal de arma de fogo

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

Jornalista

A Polícia Nacional deteve, na localidade fronteiriça de Santa Clara, no município de Namacunde, província do Cunene, um cidadão de 32 anos, de nacionalidade namibiana, por entrada ilegal no país e porte de arma de fogo.

21/11/2022  Última atualização 10H05
Município de Namacunde com vários crimes nos últimos dias © Fotografia por: DR

Um documento da Polícia Nacional dá conta que a detenção ocorreu, sexta-feira, quando o indivíduo perseguia cidadãos angolanos, supostamente, por terem furtado 7.000 rands e 300.000 kwanzas, no interior da sua viatura.

O documento acrescenta que o indivíduo efectuou três disparos com pistola de marca Taurus, acto que despertou as autoridades locais.

Segundo o documento da Polícia Nacional, na semana finda, foi registado um caso de abuso sexual contra uma menor de 14 anos e uma tentativa de violação, no município do Cuanhama, com autores em fuga. 

Foram, também, registados três casos de violência doméstica, no município de Namacunde, Cuanhama e Ombadja, com dois detidos.

A nota acrescenta que, no período em análise, foram participados 53 crimes do fórum comum, que resultaram em 42 detenções, um dos quais de nacionalidade namibiana.

A Polícia registou, ainda, casos de roubo e furto de motorizadas, dinheiro, artigos diversos, gado bovino e caprino, abate clandestino de animais e contrabando de combustível.

 O documento aponta que, durante os últimos sete dias, foram registadas, nos postos fiscais aduaneiros de Santa-Clara e de  Xangongo, no mu-nicípio de Ombandja, 11 infrações, consubstanciadas em transgressões fiscais e  contrabando de diversos bens.

Contrabando

Um cidadão foi detido, há dias, na via pública, no município da Cahama, em posse de 220 litros de gasolina.

O informe realça que a Polícia de Trânsito registou 111 infrações, que resultaram na apreensão de 14 viaturas, 55 motociclos, 28 cartas de condução, 12 livretes, um verbete e um título de registo de propriedade.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões