Política

Polícia apela líderes partidários para a promoção da tolerância

Maximiano Filipe | Benguela

Jornalista

O Comando Provincial da Polícia Nacional em Benguela está a desenvolver uma estratégia específica para prevenir o surgimento de casos de intolerância política, no âmbito da promoção da tolerância, preservação da paz e respeito pelo património público.

22/01/2022  Última atualização 06H40
Autoridades policiais adoptam estratégias para evitar conflitos e preservar a paz © Fotografia por: Edições Novembro
Para o efeito, o comandante provincial da Polícia Nacional, Aristófanes dos Santos, vai manter em breve um encontro com os líderes dos partidos políticos, sediados na província, para auscultar, recolher opiniões e orientar, de forma metodológica, as lideranças, sobre a melhor postura que um cidadão, militante ou não de uma força política-partidária, deve observar, durante o período da realização das eleições, previstas para este ano.

O encontro, inicialmente previsto para a última terça-feira, vai servir também como pilar orientador, para que os partidos políticos olhem as eleições como uma festa da democracia, em conformidade com a Constituição da República de Angola.

Defendeu a promoção de uma cultura de respeito, na base da cidadania e do patriotismo, sendo que os líderes partidários assumem um relevante papel nesse propósito.

Segundo o porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional, em Benguela, Ernesto Tchiwale, o encontro, o primeiro do ano, ficou sem efeito, por razões administrativas e afinamento dos conteúdos, que vão ser abordados com os participantes, em data a posteriori.

O Jornal de Angola soube que consta uma abordagem sobre os modelos de realização de actos de manifestação, passeata e marcha, de modo que, nos próximos tempos, tais actividades não incitem a violência e embaraço nas comunidades ao ponto de perturbar a ordem e a tranquilidade públicas, à semelhança dos anos passados.

O jurista Domingos Chipilica Eduardo considerou fundamental haver maturidade política, visto que os partidos políticos têm uma responsabilidade acrescida, face ao bom andamento e realização dos processos eleitorais.

Os actores políticos devem elevar o nível de responsabilidade, para evitar espírito vingativo e não olhar, simplesmente, na necessidade do alcance do poder, como o único elemento de interesse.

Expectativas

O encontro está a ser aguardado com expectativa, por parte dos líderes dos partidos, políticos, quer seja com assento parlamentar ou não, como referiu o secretário provincial do Bloco Democratico, Zeferino Kuvingua: "É um momento oportuno para que o BD apresente o seu posicionamento sobre os vários assuntos, antes do período das eleições”.

Já para Martins Domingos, secretário executivo provincial da CASA-CE, "significa um exercício de democracia, em que as diferentes instituições públicas e políticas se sentam à mesma mesa, para definirem uma estratégia, com zelo e responsabilidade, do período eleitoral, dados os ânimos emocionais que alguns militantes apresentam”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política