Regiões

PNUD garante melhoria da execução de subvenção dos programas

Víctor Pedro|Sumbe

A representante adjunta do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Mamiosa Rangers, garantiu, segunda-feira, na cidade do Sumbe, que a instituição vai ajudar a melhorar o programa de subvenção para sector da Saúde no país, através do Fundo Global.

29/06/2022  Última atualização 09H29
© Fotografia por: DR

Mami Ranger falava à saída de uma audiência com a equipa de apoio do Programa de Subvenção na província, orientada pela vice-governadora para o Sector Económico, Político e Social, Emília Tchinawalile, e quadros da direcção da Saúde.

A responsável do PNUD realçou que o encontro foi proveitoso, por ter permitido avaliar a implementação do programa no Cuanza-Sul, depois de 12 meses do seu lançamento. A responsável reconheceu que o Programa de Subvenção que Angola beneficiou para o sector da Saúde, com vista a combater a malária, tuberculose e o VIH/Sida, através do Fundo Global, está em bom ritmo, cujo nível de implementação das actividades já atingiram 72 por cento de execução.

Nesse fase, explicou que foram realizadas actividades relacionadas com a prevenção e tratamento do VIH/Sida, malária, diagnóstico da tuberculose e formação para os técnicos de saúde.

Quanto aos relatórios financeiros, referiu que o programa obedece a uma gestão própria dos gabinetes da Saúde nas províncias beneficiárias, desde que apresentem, de forma antecipada, os relatórios pormenorizados das actividades e necessidades para correcção de eventuais falhas.

A representante adjunta do PNUD fez saber que os medicamentos e materiais gastáveis para unidades hospitalares, centros e postos de saúde, previstos para o primeiro ano de implementação do programa, já se encontram na província.

"Neste caso, é importante que haja uma maior interacção entre o PNUD e o Governo, para evitar atrasos na chegada dos insunos nas unidades e o sucesso do projecto”, disse.

A vice-governadora Emília Tchinawalile reconheceu a importância prática do programa e dos benefícios para as unidades hospitalares e aos profissionais, durante o período de implementação do programa.

O Programa de Subvenção do PNUD, financiado pelo Fundo Global, avaliado em 84 mil dólares, em que foram contemplados as províncias do Cuanza-Sul e Benguela, vão ser implementados no período de três anos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões