Regiões

PIIM gera dois mil postos de trabalho no Huambo

Justino Victorino / Huambo

Jornalista

Mais de dois mil postos de trabalho, com grande incidência sobre jovens, foram criados, a partir de vários projectos sociais executados no quadro do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), na província do Huambo.

20/11/2021  Última atualização 10H00
Mais crianças entraram para o sistema de ensino no Huambo © Fotografia por: Edições Novembro
O director do Gabinete de Estudo e   Planeamento (GEP) do Governo Provincial do Huambo, Bernardo Elavoco, esclareceu, ontem, que os referidos empregados estão envolvidos nas obras de escolas, unidades sanitárias, sistemas de abastecimento de água, construção e reabilitação de estradas, pontes, estruturas administrativas, entre outras. 

Bernardo Elavoco reconheceu que as acções do PIIM, nos sectores da Saúde e Educação, estão com avanços significativos em todas as localidades da província, numa altura em que não se registam constrangimentos no desembolso de verbas para a conclusão dos trabalhos. 

O director do GEP sublinhou que, quanto aos serviços de Saúde, as comunidades rurais vão estar mais bem servidas, o que vai contribuir para que a população deixe de percorrer longas distâncias à procura de assistência médica e medicamentosa.   

O director considerou que as obras estão a ser feitas com muita qualidade e por empresas nacionais, apuradas depois de concursos públicos. 

Bernardo Elavoco referiu que o PIIM, iniciativa presidencial, para dar suporte às administrações municipais, está a ajudar a resolver os problemas sociais nas comunidades. 

No Huambo, desde a sua implementação, em 2018, até à presente data, o PIIM já consumiu 24.6 mil milhões de kwanzas, sendo que tem 310 acções inscritas no referido programa, das quais 276 em execução física. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões