Sociedade

PIIM dá mais 14 escolas ao município de Cacuaco

Mais 14 escolas, das quais 12 do ensino primário e do I ciclo do ensino secundário e dois institutos médios técnicos de Gestão, vão reforçar o sector da Educação, no município de Cacuaco, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

28/01/2022  Última atualização 07H40
Munícipes de Cacuaco vão beneficiar de mais serviços sociais a partir dos próximos meses © Fotografia por: DR
O administrador municipal de Cacuaco, Auzílio Jacob, há dois anos a dirigir aquela região de Luanda, anunciou, ontem, que das 14 escolas previstas, quatro já entraram em funcionamento a 16 deste mês.

Sublinhou que das quatro escolas, recentemente em funcionamento, dois são institutos médios técnicos de Gestão, com 12 salas de aula, localizados nos bairros Mayombe e Funda Quilunda.

Em relação ao estabelecimento da Funda Quilunda, Auzílio Jacob explicou ser pretensão da Administração Municipal transformá-lo, nos próximos anos, em Instituto Médio Agrário, para ajudar na formação dos filhos das várias famílias que se dedicam à agricultura.
Neste momento, referiu que as condições estão a ser preparadas para a aquisição de tractores, criação de laboratórios de Mecanização Agrícola, meios de Bioquímica e Biologia, entre outras.

O administrador salientou que a criação de tais condições vai ajudar os estudantes a adquirirem conhecimentos técnico e científico, para desenvolverem actividades agrícolas na zona, numa altura em que se trabalha mais na agricultura de subsistência.

Sobre as outras escolas já inauguradas, referiu que duas delas foram construídas com fundos da Administração Municipal de Cacuaco. 

Auzílio Jacob avançou que, além da construção das 14 escolas, a Administração Municipal realizou um concurso público para permitir a reabilitação de mais sete escolas, até ao segundo semestre deste ano.

Referiu que, tão logo as obras forem concluídas, Cacuaco vai conhecer um aumento de 130 salas de aula, o que permitirá enquadrar mais de 37 mil crianças que se encontram fora do sistema normal de ensino.
 
Mais centros de saúde

O município de Cacuaco vai dispor, também, neste primeiro semestre, de quatro unidades de saúde. Trata-se de dois centros materno-infantis, sendo um no bairro Vila Verdade Cativa, Distrito Urbano do Sequele, e outro na sede municipal.

Os outros dois estabelecimentos estão na comuna da Funda e outro no bairro Mayombe, respectivamente. Com a inauguração dessas estruturas, Cacuaco passa de 16 para 20 unidades de saúde.



Saneamento entre as prioridades

O município de Cacuaco vai continuar a priorizar, neste ano, a melhoria do saneamento básico nas comunidades, construção de mais escolas, principalmente primárias, assim como a conclusão de vários projectos, concebidos no âmbito do PIIM do ano passado.

Constam ainda no programa a reabilitação das vias secundárias e terciárias, conclusão e o apetrechamento dos hospitais e centros de saúde construídos ao longo do ano passado.

Estas propostas foram discutidas durante a realização da I Sessão Ordinária do Conselho Municipal de Concertação Social de Cacuaco, orientada pelo administrador Auzílio Jacob.

No encontro discutiu-se, também, as novas propostas de projectos para este ano, no quadro do Programa de Investimentos Públicos (PIP), PIIM e do Plano de Acção do Programa Integrado do Desenvolvimento Local de Combate à Pobreza (PIDLCP), além de apreciar o grau de cumprimento das deliberações da última reunião, realizada no ano passado.

Com uma população estimada em cerca de um milhão e meio de habitantes, maioritariamente, dedicada às actividades agropecuárias, pesca e pequenos negócios, o município vive graves problemas de saneamento básico, abastecimento de água potável e de energia eléctrica.





Alexa Sonhi  e  Avelino Umba |Cacuaco

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade