Política

PHA promete subsídio de desemprego

O Partido Humanista de Angola (PHA) promete criar um subsídio de desemprego, caso vença as eleições do dia 24 de Agosto.

08/08/2022  Última atualização 07H46
© Fotografia por: DR
A garantia foi dada, este domingo, no Luena, pela presidente do Partido Humanista de Angola PHA, Florbela Malaquias, num acto político que marcou a abertura da campanha eleitoral do partido no Moxico. A candidata a Presidente da República disse que o Governo do PHA iria garantir subsídio de desemprego aos jovens e mulheres zungueiras, por serem os afectados pela falta de emprego e outros males.

Florbela Malaquias, que falava num acto político que marcou a abertura da campanha eleitoral do PHA no Moxico, disse, igualmente, que o partido tem como objectivo humanizar o país e dignificar a vida dos angolanos, com garantia de emprego e ensino gratuito para todos, bem como acesso à saúde.

"No nosso programa de governação, garantimos um ensino gratuito a todos porque constitui um direito consagrado por lei. Vamos lutar contra o analfabetismo no seio da jovem mulher, que tem sido a principal causa de prostituição", disse a candidata a Presidente da República, para quem estes males põem em causa o futuro da mulher, das suas famílias e do país em geral. Uma assistência especial também vai ser dada aos idosos, segundo fez saber a líder do PHA, que se mostrou preocupada com o actual estado deste segmento da sociedade.

Além da Saúde e Educação, disse, o PHA vai dedicar-se, igualmente, à construção de infra-estruturas sociais que concorram para o crescimento sustentável das populações. O fomento da agricultura e outras actividades que impulsionam o crescimento económico também serão prioridades num Governo liderado por Bela Malaquias.

À semelhança do que aconteceu pelas províncias onde já passou, no âmbito da campanha eleitoral, a presidente do PHA inaugurou, no Luena, a sede do partido no Moxico. Bela Malaquias considerou que a inauguração um sinal da consolidação e afirmação do partido em todo o território nacional.


Daniel Benjamim | Luena  e Tatiana Marta | Huambo

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política