Política

PGR: Cidadãos investigados no país com contas congeladas no estrangeiro

Xavier António

Jornalista

Os cidadãos investigados no país estão com as contas congeladas no estrangeiro. Em causa estão mais de mil milhões de dólares, informou esta segunda-feira (19), em Luanda, a Procuradoria-Geral da República.

19/07/2021  Última atualização 13H08
© Fotografia por: DR

De acordo com Hélder Pita Grós, que falava durante a assinatura de um acordo entre as procuradorias-gerais de Angola e Suíça os valores cativos no estrangeiro à ordem de Angola "seguem ainda os procedimentos necessários para que o montante fique à disposição do Governo angolano”.

O Procurador-Geral da República esclareceu que "a partir de agora, aquilo que era feito de boa vontade e por solidariedade passa a ter uma base legal de forma mais eficiente”.

Hélder Pita Grós explicou em declarações à Rádio Nacional de Angola, que com base no memorando rubricado com a Suíça será possível o acesso a mais informações de outros países.

Na mesma ocasião, o embaixador da Suíça em Angola avançou que estão em causa milhões de dólares ilicitamente depositados naquele Estado europeu e que devem ser devolvidos ao povo angolano. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política