Desporto

Pérolas deixam escapar triunfo na ronda final

Quando tudo indicava que a conseguiria o primeiro triunfo nesta 25ª edição do Campeonato do Mundo sénior feminino de andebol, a Selecção Nacional acabou por permitir que a similar da Eslovénia evitasse a derrota nos instantes finais da partida, e empatasse por 25-25, em desafio da terceira e última jornada do Grupo A, disputado no Palácio dos Desportos de Granollers.

08/12/2021  Última atualização 05H35
Depois de dominar a maior parte do jogo foi nos minutos finais que Angola consentiu o empate © Fotografia por: M. Machangongo| Edições Novembro
Ao contrário dos jogos anteriores, as Pérolas, depois de estarem a perder por 3-1, aos cinco minutos, conseguiram equilibrar e diminuíram a desvantagem para um golo aos dez.

Com as duas equipas a defenderem bem o marcador quase não avançava, tudo por culpa dos constantes erros ofensivos das angolanas, que passaram à frente por um golo aos 15 minutos.

As acções ofensivas das Pérolas não resultavam em golo, mas a Eslovénia também não conseguia visar a baliza adversária, devido ao excelente posicionamento defensivo das angolanas.

Aos 25 minutos registava-se uma igualdade a onze golos, que as Pérolas desfizeram na ponta final da etapa inicial, fixando o resultado em 14-13. Antevia-se luta renhida na etapa complementar, e foi mesmo o que aconteceu.

As angolanas mantiveram, até ao minuto 16, uma vantagem de dois golos, mas a desconcentração ofensiva de dois minutos permitiu a reviravolta da Eslovénia, que passou à frente aos 19. Mas, o "sete" nacional reagiu e restabeleceu a igualdade aos 21.  A partida manteve-se equilibrada até ao minuto 28, com o resultado a registar 24-24.

As duas equipas deram a entender que estavam com os nervos a flor da pele, obrigando a equipa técnica da Eslovénia a pedir um minuto para tentar evitar a derrota. Na sequência adiantou-se no marcador, mas no contra golpe, Albertina Kassoma voltou a igualar a contenda em cima do apito final.

Com este resultado, Angola ocupou o último lugar do Grupo A, com um ponto, e vai jogar a President Cup, a partir de amanhã, na cidade de Valência, ao passo que a Eslovénia ficou no terceiro posto e disputa a fase principal.

Angola voltou a ser vítima dos inúmeros erros técnicos ofensivos, mas melhorou bastante em termos defensivos. Muito público marcou presença para apoiar o "sete" angolano que ganhou a simpatia dos adeptos de Granollers. A reportagem do Jornal de Angola testemunhou um número considerável de adeptos a abandonarem o recinto assim que a partida terminou.

Ficha técnica
Palácio dos Desportos de Granollers
Árbitros: Cristina Lovin e Simona Stancu (Roménia)


ANGOLA (25): Marta Alberto, Vilma Nenganga, Marília Quizelete (1), Juliana Machado (2), Helena Paulo, Albertina Kassoma (6), Liliane Mário, Helena de Sousa, Natália Kamalandua (3), Wta Dombaxi (2), Stelvia Pascoal (7), Pemba Tchieza, Eliane Paulo, Liliana Venâncio, Masseu Mbongo, Isabel Guialo (4).
Equipa técnica: Filipe Cruz, Edgar Neto e Marina Calister.
Eslovénia (25):Branca Zec, Ana Gros(12), Elizabeth Omioriege (1), Nina Zabjek, Tjasa Stanko (2), Maja Volnovic, Natasa Ljepoja (2), Nina Zulic (3), Alja Varagic (2), Amra Pandzic, Maja Svetic (2), Ema Hrvatin, Aneja Beganovic, Dominika Mrmolja, Tija Gomilar, Petra Itamar (1).
Equipa técnica: Branka Mijaitovic, Dragan Adzic e Grega Karpan.
Resultado ao intervalo: 14-13
Resultado final: 25-25

Amândio Clemente / Granollers

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto