Desporto

Pérolas dedicam 15º título ao “Estado Maior do Kuduro”

“Provou e gostou, provou e gostou, por ser assim me colou” foi o refrão entoado no balneário da Selecção Nacional, após a conquista do 15º título africano de andebol sénior feminino, dedicado ao “Estado Maior do Kuduro”, Nagrelha.

21/11/2022  Última atualização 06H10
“Estado Maior do Kuduro”, Nagrelha © Fotografia por: Edições Novembro
Após a recepção das medalhas, as jogadoras aproveitaram o momento para dançar ao ritmo da música "Comboio”. O desaparecimento físico do cantor angolano, na passada sexta-feira, não passou despercebido às Pérolas.

Em declarações à imprensa, Wuta Dombaxi, capitã do combinado angolano, deixou uma mensagem de conforto à família enlutada.

"Foi com profunda tristeza que ficamos a saber da morte do Nagrelha. Embora distante, mas saibam que estamos convosco neste momento de dor, razão pela qual dedicamos esse título ao Nagrelha. Enquanto músico, por diversas vezes, dançamos ao som das suas canções. À família muita força e coragem, em especial à esposa”, lamentou.

Marta Alberto, subcapitã, defende que Deus é o socorro para a família neste momento de luto. "É triste. Deus é o melhor refúgio. É uma situação difícil. Portanto, busquem sempre o consolo em Deus”.    

Quanto ao jogo da final, Natália Bernardo reconheceu que foi difícil nos primeiros minutos, mas com garra e determinação as coisas tornaram-se fáceis.

"Face às dificuldades enfrentadas, a vitória tem um sabor especial. Foi preciso muita garra, determinação e espírito de equipa. Por isso, o troféu é dedicado ao "Estado- Maior" do kuduro. Em vida ele também enfrentou muitas batalhas, até ser aceite pelas pessoas”, realçou. Relativamente à continuidade na Selecção: "só Deus sabe”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto