Mundo

Pelo menos 25 mortos em naufrágio de migrantes

Um barco que transportava migrantes oriundos do Líbano naufragou, ontem, na costa da Síria, causando a morte de pelo menos 25 pessoas, informou a imprensa estatal síria.

23/09/2022  Última atualização 06H55
© Fotografia por: DR

O incidente é um dos mais mortíferos desde que um número crescente de libaneses, sírios e palestinianos tem tentado fugir para a Europa, pelo mar, a partir do Líbano, país atingido pela crise.

A televisão estatal da Síria citou o chefe da Autoridade Portuária do país indicando que pelo menos 25 pessoas morreram no incidente e 15 sobreviventes estão a ser tratados no hospital Al-Basel, na cidade costeira de Tartus, a maioria dos quais libaneses e sírios, alguns sem documentos de identificação.

Não ficou imediatamente claro quantas pessoas seguiam a bordo e para onde se dirigia a embarcação, mas a guarda costeira continua as operações de busca na tentativa de encontrar mais corpos.

A imprensa estatal não forneceu mais detalhes, mas citou alguns dos sobreviventes que disseram que viajavam da cidade libanesa de Minyeh, há vários dias, aparentemente com destino à Europa, e que a embarcação transportava pessoas de diferentes nacionalidades. Milhares de libaneses, sírios e palestinianos deixaram o Líbano, de barco, nos últimos meses, em busca de melhores oportunidades na Europa.

O Líbano tem uma população de seis milhões de habitantes, incluindo um milhão de refugiados sírios, e enfrenta um grave colapso económico desde finais de 2019, que lançou mais de três quartos da população para a pobreza.

Em Abril, um barco que transportava dezenas de libaneses, sírios e palestinianos rumo à Itália afundou a mais de cinco quilómetros de Trípoli, após confrontos com a marinha libanesa, causando a morte de dezenas de pessoas.

Os migrantes saem maioritariamente pela costa Norte do Líbano, que é a região mais pobre.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo