Mundo

Pela 1ª vez há mais mulheres que homens no Web Summit

O número de mulheres a participar na Web Summit superou pela primeira vez o dos homens na edição deste ano, representando 50,5% do total dos 42.751 participantes, divulgou hoje a organização do evento.

02/11/2021  Última atualização 16H21
© Fotografia por: DR

"A Web Summit arrancou hoje a sua primeira conferência presencial em dois anos, dando as boas-vindas a 42.751 participantes de 128 países. Pela primeira vez nos dez anos de história do evento, há mais mulheres do que homens na audiência", pode ler-se num comunicado hoje divulgado pela organização do evento.

De acordo com a organização presidida por Paddy Cosgrave, "50,5% da audiência deste ano são mulheres", tendo o número de mulheres vindo a aumentar desde a edição de 2016, "depois do lançamento da iniciativa Women in Tech [Mulheres na Tecnologia] da Web Summit".

Segundo a empresa, a representação feminina no certame cresceu para 50,5% este ano, depois de "45,8% em 2020 e 46,3% em 2019".

No total, na edição deste ano, marcada por restrições associadas à covid-19, estão presentes 42.751 participantes, um número abaixo dos 70.469 registados em 2019, em que o evento se realizou sem qualquer condicionamento.

Este de 2021 conta com a presença de 748 oradores, 1.333 conferências, 1.519 'startups', das quais 70 'unicórnios' ['startup' com valorização superior a mil milhões de dólares] e 872 investidores, "tornando a Web Summit a maior reunião de empreendedores no mundo este ano".

A Web Summit decorre entre 1 e 4 de Novembro em Lisboa, em modo presencial, depois de a última edição ter sido 'online' e a organização espera cerca de 40 mil participantes, segundo revelou, em Setembro, Paddy Cosgrave, presidente executivo da cimeira.

A comediante Amy Poehler, o presidente da Microsoft Brad Smith, a comissária europeia Margrethe Vestager e o futebolista Gerard Piqué irão juntar-se aos mais de mil oradores, às cerca de 1.250 'startups', 1.500 jornalistas e mais de 700 investidores, numa cimeira na qual serão discutidos temas como tecnologia e sociedade, entre outros.

Apesar do número previsto de visitantes ser este ano cerca de menos 30 mil do que na última edição presencial, em 2019, as autoridades consideram que se trata do "maior evento de 2021" a ter lugar em Lisboa.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo