Mundo

Pedida paciência para a recuperação

O Presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, pediu paciência à população em relação ao processo de recuperação da economia, que admitiu pode conhecer obstáculos em alguns casos.

31/12/2018  Última atualização 19H00
DR © Fotografia por: Mnangagwa pede unidade para superar os obstáculos

Na sua mensagem de fim de ano, Mnangagwa assinalou que 2018 foi um ano histórico em que foi iniciado o processo de renovação e recuperação nacional.
“Ainda há muito para ser feito. Estou ciente de que muitos tiveram um Natal difícil e peço-lhes que tenham paciência, resistam e trabalhem duro na unidade colectiva e na criação de um Zimbabwe melhor, democrático e próspero”, acrescentou o Presidente.
Mnangagwa aproveitou a oportunidade para agradecer àqueles que ofereceram o seu tempo para ajudar os necessitados, sublinhando que esse espírito deve ser destacado quando estas datas são celebradas, pois permitem a reunião com a família. Dois dias antes, o Chefe de Estado tinha saudado o início de actividade de uma fábrica trituradora em Manicaland, como parte da modernização da indústria dos diamantes, reiterando que a indústria de mineração é fundamental para o desenvolvimento económico do país.
“Precisamos de desenvolver estratégias robustas dentro das nossas próprias operações e disseminar as melhores práticas nas nossas instituições de mineração”, disse Mnangagwa, após insistir que os participantes desta indústria devem explorar os ricos recursos minerais do país.
A operação da nova central eléctrica de britagem faz parte da mudança para a produção de mineração de conglomerados que pretende mudar a face da indústria de diamantes no Zimbabwe.
Emmerson Mnangagwa disse que o Zimbabwe tem muitas expectativas no sector de diamantes como contribuinte significativo para a recuperação e crescimento económico.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo