Política

Paulo Pombolo pede apoio na solução dos problemas

O secretário-geral do MPLA, Paulo Pombolo, apelou ontem, em Luanda, aos militantes da JMPLA a aprofundarem as soluções a dar aos inúmeros problemas que a juventude angolana enfrenta, durante a realização do VIII Congresso Ordinário da organização, a decorrer de 10 a 12 de Outubro, na capital do país.

06/07/2019  Última atualização 09H09
Dombele Bernardo | Edições Novembro © Fotografia por: SG do MPLA, Paulo Pombolo

A terceira figura na hierarquia do MPLA falava na sessão de encerramento dos trabalhos da IV Reunião Extraordinária do Comité Nacional da JMPLA, que decorreu no Centro de Conferências de Belas e que serviu para fazer o balanço das acções já realizadas e preparar as próximas actividades a desenvolver no quadro da preparação do VIII Congresso Ordinário da organização.
Paulo Pombolo disse que o Congresso da JMPLA deverá aprofundar a análise das soluções que o MPLA e o Executivo devem dar aos problemas de educação, ensino, emprego, saúde, habitação, cultura, desporto, entre outros, que a juventude angolana enfrenta no dia-a-dia, tendo acrescentado que a JMPLA deve apresentar à direcção do partido propostas de soluções que sirvam para proporcionar aos jovens oportunidades reais de crescimento e realização pessoal.
“Convido a JMPLA, nesse Congresso, a reflectir sobre uma melhor organização e intervenção do associativismo juvenil, sobretudo nos sectores estudantil e empresarial, por forma a equilibrarmos a componente formação e inserção dos jovens na vida pública, particularmente no sector privado”, disse. Paulo Pombolo apelou aos dirigentes e militantes da JMPLA a pautarem os seus comportamentos nos marcos da Constituição e da Lei, a disporem de um sentido patriótico, de mais trabalho, mais responsabilidade e melhor conduta social, para que possam acompanhar a dinâmica do processo de desenvolvimento político, económico e social do país.
“Devemos ser nós os primeiros a respeitar e a cumprir a Constituição e a Lei, para que, com o nosso exemplo possamos educar a sociedade sobre a necessidade do respeito pela diferença, do respeito pelo bem público, do respeito pelos princípios e valores morais, éticos, da boa educação e da consagração da família como componente-base da nossa sociedade”, disse.
O primeiro secretário interino da JMPLA, Francisco Boaventura Chitapa, apelou aos dirigentes e militantes da organização a respeitarem as regras estabelecidas sobre a preparação e a realização do processo orgânico em curso e do Congresso. Segundo referiu, a preparação do conclave decorre com normalidade e que nesta fase está-se a realizar as assembleias de renovação de mandatos nos comités comunais e distritais.
Os membros do Comité Nacional foram informados sobre o VII Congresso Extraordinário do MPLA.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política